quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Memorable Quotes [parte II]

Momento Chris:
Nola Rice: I don't know what I'm doing with you, you're never going to leave Chloe!
Chris: Maybe I will.

Momento Joel:
Clementine: Look man, I'm telling you right off the bat I'm high maintenance. So I'm not gonna tip-toe around your marriage or whatever it is ya got goin' on there. If you wanna be with me, you're with me.
Joel: Okay.

Momento Larry:
Larry: You like him coming in your face?
Anna: Yes!
Larry: What does it taste like?
Anna: It tastes like you but sweeter!
Larry: That's the spirit. Thank you. Thank you for your honesty. Now fuck off and die, you fucked up slag.

Momento Serginho:
Chega de viver a vida dos outros!

terça-feira, 18 de novembro de 2008

True Love Waits

Bruno está feliz. Tinha um trabalho que ele gostava, estudava na faculdade que ele sonhara estar. Ele havia conseguido tantas coisas e muitas das quais nem imaginava que fosse tão longe. Às vezes sentia saudades de casa, nada que um telefonema não resolvesse, mas era normal, tinha os amigos sempre perto e o namorado mais fofo do mundo ao seu lado.
Aquela tarde ele vira Rafael. E Rafael fora falar com ele, pedir desculpas por ter perdido seu telefone. Ele dizia que não dera o número errado e que talvez a empresa de telefonia estivesse fazendo algum tipo de reparo. Ele não sabia o que acontecera e que era um pena que Bruno não tivesse insistido o suficiente. Bruno ouvira aquilo friamente. Rafael não significava mais nada havia sido apenas um rapaz que ele conhecera na noite, ele estava feliz com Gustavo e seria feliz com Gustavo para sempre. Rafael falava e Bruno deu de ombros, disse que tinha que ir e foi. O mesmo Rafael de olhos penetrantes e barba mal feita o vira se afastar e sentiu uma dor no peito. Deixou cair uma lágrima dos seus olhos porque apenas ele sabia que cometera um erro. De fato ele havia dado o telefone errado. Ele nunca perdera o telefone de Bruno, mas havia jogado fora. Achava que Bruno seria mais um, mas ao vê-lo ali parado a sua frente percebera que aquele garoto havia se tornado um homem especial. Mas agora era tarde, muito tarde. Bruno achou seu amor quando nem pensava que isso fosse acontecer.
Aquela tarde Bruno foi ver seus amigos e depois foi dormir na casa de Gustavo. Viram filmes, comeram pipoca, beberam coca-cola e dormiram abraçadinhos como sempre faziam.
E Bruno não precisava de mais nada.

Esta foi a história de Bruno e pode ser a sua.

terça-feira, 11 de novembro de 2008

O menino que podia voar

-Então? O que me diz?

- O que você disse a ele? O que aconteceu? Conta logo Bru, não faz esse suspense todo.
Bruno ria da curiosidade de Edu ao mesmo tempo que adorava lembrar como tudo acontecera. Ele não pensou muito. Aceitou o convite e quando viu estava comendo pipoca e assistindo filme.

-Só isso? Mais nada?

E sexo. Muito sexo durante todo o final de semana. Bruno lembrava de cada beijo e cada toque deixando escapar um sorriso maroto no canto da boca.

-E o que mais?
-Temos nos falado muito desde então.
-Namorando?
-Ainda não. Estamos nos conhecendo.
-Começaram bem...
Os dois amigos riam. Bruno não era mais o mesmo há um bom tempo, mas conservava o ar inocente. E isto ninguém podia tirar dele. Era como se tirassem suas asas.
-Você ainda não me disse o nome dele.

-Gustavo.
A voz de Gustavo não saia de dentro da cabeça de Bruno. Forte, mas doce. Vigorosa, altiva, mas calma.

-Você está apaixonado!
-Pode ser, mas eu estou bem.
-Estar apaixonado não é estar bem?
-É, mas também é perder o rumo e eu sei o que quero.
-E o que você quer?
Bruno não respondeu, mas Edu sabia muito bem que o amigo só queria uma coisa aquele momento e Bruno sabia que ele podia voar. Para qualquer lugar...

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Meme II - A Missão

Meu gostoso amigo Thiago me repassou outro Meme. E o que eu não faço pra fugir de uma maldição não é? Então lá vamos nós outra vez:

Regras [mas se quiser quebrem, elas existem para isso]:
*Passar para 5 pessoas.
*Assim que responder me enviar um comentário avisando.
*Não esquecer que é um memê feito pelo Assuntos Assim, direitos totalmente reservados. *Responder todas as perguntas!

1- A última pessoa com quem falou hoje: Marcelo.
2- A última coisa que falou: "Comentei no teu blog."
3- O último pensamento: Para quem eu devo repassar isso aqui?
4- A última pessoa com quem brigou: Obviamente ela nem merece que eu cite o nome dela aqui!
5- A última pessoa que se reconciliou: Oi?
6- A última pessoa que falou de Deus pra você: Minha vizinha.
7- O último lugar que você gostaria de estar: Sibéria!
8- O último filme que assistiu: O nevoeiro. Detestei.
9- O último livro que leu ou que está lendo: O segredo.
10- O último presente que ganhou: O livro O segredo.
11- A última coisa que gostaria de estar fazendo: Respondendo esse Meme, mas pelo Thiago tudo né?
12- O último telefonema feito ou atendido: Pra Carenine.
13- O último conselho que deu e pra quem deu: Dona Laurita, a mãe de Carenine.
14- A última vez que chorou e porque: Faz muito tempo viu?
15- O que faria hoje se fosse seu último dia de vida: Sexo! Muito sexo!

Repasso pro Autor, Hslo, Alberto
e Inside

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Ontem


E eu que pensei que ia passar o domingo em casa.
Lá estou no msn, conversando com meus amigos, vendo o Fantástico [aquele mágico foi legal], esperando a matéria sobre Madonna quando ela surge me chamando pra sair. Não a Madonna, uma amiga minha. Pensei que íamos comer uma pizza e tomar algumas cervejas, mas três bares depois terminamos a noite na boite.
Algumas surpresas podem ser bem agradáveis!

domingo, 2 de novembro de 2008