segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Nunca houve uma mulher como Rita



Em Sonho de Liberdade, o personagem de Morgam Freeman diz para um apreensivo Tim Robbins ao ver a primeira aparição de Rita Hayworth em Gilda: "This is the part I really like, when she does that shit with her hair"
Observando essa cena não tem como discordar. Ela sabia como fazer aquilo com o cabelo e depois dela muitas tentaram ou tentam copiar. Nenhuma conseguiu.

10 comentários:

Too-Tsie disse...

Ela é foda né? Eu acho que só vi esse filme dela.

Pedro disse...

Realmente linda! Acho que nunca assisti um filme inteiro dela, vou correr atrás...

Rafael disse...

Nossa Serginho, como teu blog ta bonito. Fazia tempo que não visitava os blogs, comecei a via sacra hoje, prometo passar mais vezes.

abraão

DO disse...

Incomparavel,né???

Abração!!

Rafael disse...

Nunca houve uma mulher como Gilda!!!

Gay Alpha disse...

Arrasou! Num mundo dominado pelas tchutchucas... Rita é um porto seguro... hehehe!!! Abraços!!!

Latinha disse...

Adoro Julie Andrews também, sem falar no sotaque dela... perfect!

Abração!

du disse...

...é...Gilda é incrível....

...sem falar que o número de dança onde ela canta Put the blame on Mame ultrapassa o limite do sensual (sem uma gota de vulgaridade)....

.abraço.

jodica disse...

Gosto do teu blogue!
Abraço!

ManDrag disse...

Salve! Querido

A Rita que inspirou o nome dum cocktail, era uma autentica man-eater.

Beijos