domingo, 22 de novembro de 2009

As hortênsias da São

Quando se ama não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós.
Clarice Lispector

Há vários motivos para não se amar uma pessoa e um só para amá-la.
Carlos Drummond de Andrade

A amizade é um amor que nunca morre.
Mário Quintana

10 comentários:

FOXX disse...

como estamos romanticos hoje!

Marcos Eduardo disse...

Serg, boa-tarde!

Concordo em número, gênero e grau com Mário.

Belissimo post. Parabens! Abraços.

whatever u like disse...

"Há vários motivos para não se amar uma pessoa e um só para amá-la.
Carlos Drummond de Andrade"

Simplesmente simples e lindo
adorei esse post

Beijos e Abraços

Paulo Braccini disse...

pois então querido e fofinho amigo ... o amor é isto mesmo e muito mais ... as palavras são belíssimas mas o sentimento é mais belo ainda ...

bjux

;-)

ps: adoooro hortênsias ...

Guy Franco disse...

Preciso de um vinho e uma torrada.

DO disse...

Impressão minha ou o amor anda por ai??

:)

Leandro K. disse...

3 dos poucos autores que sabem, realmente, usar palavras =)

São disse...

Maravilhada com o enquadramento magnífico que deu às minhas lindas hortenses dos Açores, lhe deixo aqui o meu enorme reconhecimento.
Bem haja!

Cristiano Contreiras disse...

o amor define tudo!
e clarice me define.

abraço!

. intemporal . disse...

. querido Sérginho,,, .

. tenho também o enorme prazer de ter as hortênsias da São . que tal como a São . são a razão de um beleza inequivoca.mente mayor .

. parabéns . à são . a ti .

. beijos mil .




. paulo .