sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

happy birthday mr. president


Para Edu-u-u-u e Edu um feliz aniversário com direito a bolo gigante, vestido colado no corpo e presidente garanhão!

Star Wars, cinema, homens e pipoca















A minha primeira lembrança de Star Wars vem de uma foto na antiga revista Manchete com os robos R2-D2 e C-3PO em pleno deserto e uma nave ao longe. Aquela foto me marcou muito. Tempos depois vi os filme e mais um tempo depois, sua sequência: O Império Contra-Ataca que me deixou mais encantado e espantado que o anterior.  A história mais sombria é para mim, o melhor filme da saga. E nem foi dirigido pelo seu criador, George Lucas.
O post de hoje é uma homenagem ao Alessandro. Um aficcionado por cinema como eu. Pipocas como eu. E homens. Por sinal ele pode ficar com todos porque eu já tenho o meu! 

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Thank You


O Oscar passou e nem vou por aqui a lista de todos os vencedores porque afinal para isso temos o Imdb! Adorei a cerimônia, foi dinâmica, divertida, Hugh Jakman dançando não tem preço, a inovação nas apresentações de ator e atriz também foi um momento delicioso com os vencedores do passado apresentando os indicados ou possíveis vencedores do futuro. Adorei rever Sophia Loren e Eva Marie Saint. Adorei ver Sean Penn levar o prêmio e no seus agradecimentos reconheceu a volta de Mickey Rourke e adorei ver Kate Winslet, enfim, levar um Oscar pra casa!

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Os esquecidos


Hoje é dia do Oscar e como todos os anos muitos filmes apontados como possíveis indicados e até mesmo possíveis vencedores, acabam ficando de fora. Normal, afinal não se pode indicar todos e desta vez não foi diferente. The Dark Knight do Chris Nolan, por exemplo, recebeu 8 indicações, a maioria aos prêmios técnicos, seu diretor, responsável por toda a película ficou de fora, também não foi indicado a melhor filme assim como Revolutionary Road de Sam Mendes e Vicky Cristina Barcelona do Woody Allen não tiveram vez.
Muitas vezes tida como prévia do Oscar o Globo de Ouro chega a sugerir futuras nomeações. Vencedores contam como certo isso, entretanto, este ano, Colin Farrel por In Bruges e Sally Hawkins de  Happy-Go-Lucky nem passaram perto. Talvez justifique-se o fato que a academia raramente indica atores em comédia, mas como explicar a não indicação de Bruce Springsteen que venceu com a música do filme The Wrestler? Infelizmente se o músico esperava uma seguda estatueta em sua estante, terá que esperar mais um pouco. Leonardo DiCaprio chegou a ser indicado ao Globo de Ouro, mas acabou sendo preterido. Na categoria de melhor filme em língua estrangeira o francês Il y a longtemps que je t'aime com Kristin Scott Thomas e o italiano Gomorra não foram indicados. Kristin Scott Thomas terá que se contentar apenas com a indicação no Globo de Ouro este ano. Burn After Reading  dos irmãos Coen é outro grande filme que não irá desfilar pelo tapete vermelho hoje a noite, mas seus realizadores foram os grandes vencedores ano passado, então, tudo bem.
Porém, pior mesmo foi Clint Eastwood que viu, talvez, sua última chance de ser indicado a melhor ator ir por água abaixo. Ele chegou a dizer que pretende se aposentar como ator em Gran Torino que não recebeu nenhuma indicação.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Eles

Rodolfo Valentino foi um ator italiano radicado nos EUA e o primeiro galã do cinema. Sua vida amorosa foi conturbada e após sua morte algumas mulheres disseram que haviam se casado com ele. Haviam suspeitas de que também havia tido relações homossexuais. O seu funeral provocou uma grande histeria e correu o rumor que mulheres se mataram ao saber do ocorrido. 

Clark Gable foi o rei de hollywood em sua época. Ganhou um prêmio da Academia por It Happened One Night, tornou se um mito ainda vivo e quando foi cogitado o filme Gone with the wind não se pensou em outro nome para o papel de Rhett Buttler. Injustamente perdeu o Oscar por esse personagem, fato que é considerado a maior injustiça da categoria até hoje.

Yul Brynner raspou a cabeça para fazer a peça The King and I, anos depois quando adaptada para o cinema lhe rendeu o Oscar de melhor ator. Fez o faraó em The Ten Commandments, e trabalhou também em Anastasia e The Magnificent Seven. Foi a público falar dos maleficios do cigarro ao descobrir que tinha cancer de pulmão.

Burt Lancaster começou sua carreira no circo. Logo depois chegou ao cinema onde viveu tórridas cenas de amor com as estrelas de sua epoca entre elas a mais famosa de todas em From Here to Eternity ao lado de Debora Kerr. Ganhou um Oscar em 1960 e além de ator também era produtor. Buscou financiamento para Kiss of the Spider Woman onde viveria o personagem principal, mas ao adoecer perdeu o papel para William Hurt.

Marlon Brando teve uma infância conturbada. Virou astro em A streetcar named desire no papel de Stanley Kowalski ao lado de Vivien Leigh. A cena em que rasga a camisa e grita o nome da esposa tornou-se antológica e sinônimo de sensualidade. Vários sucessos depois, dois oscars [recusou o segundo] e famoso por sua atitudes polêmicas em favor dos povos indígenas.


quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Gentlemen Prefer Blondes

Betty Grable talvez tenha sido a primeira blond ambition do cinema. Suas pernas esculturais eram avaliadas, cada uma, em 1 milhão de doláres. 

Marilyn Monroe foi o maior simbolo sexual do cinema, ao participar de All About Eve recebeu inúmeros convites para vários filmes até que estrelou Niagara e a partir daí ninguém mais a segurou. Vieram Gentlemen Prefer Blondes, How to Marry a Millionaire, The Seven Year Itch, Bus Stop, Some Like it Hot e The Misfits. Seu envolvimento com os irmãos Kennedy ainda promovem inúmeras especulações.

Grace Kelly era a namoradinha da América dos anos 50 e como em um conto de fadas virou uma princesa. Esteve presente em três filmes do mestre do suspense: Dial M for Murder, Rear Window e To Catch a Thief. Ganhou um oscar por The Country Girl. Mesmo estando em todo imaginário coletivo sua carreira no cinema foi relativamente curta.

Lana Turner era maníaca por sapatos. A grande estrela de Peyton Place foi namorada de vários astros e sua filha matou um de seus amantes para defendê-la. Em L. A. Confidencial existe uma cena engraçada sobre ela. Seus problemas com álcool lhe causaram depressão por um longo tempo.

Deborah Kerr foi uma atriz britânica que tinha fama de fria, mas que ao fazer From Here to Eternity ficou loira e exalou sexualidade em uma das cenas mais memoráveis do cinema ao lado de Burt Lancaster. Com Yul Brynner fez o musical O Rei e Eu, ganhou um Oscar honorário pela sua contribuição ao cinema e recebeu da Rainha Elizabeth II, a Ordem do Império Britânico.


terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Liz

Elizabeth Taylor é uma atriz inglesa filha de pais americanos que chegou em Hollywood nos anos 30. Estrelou ao lado de Lassie e logo em seguida seus olhos cor de violeta dominaram o mundo em filmes marcantes que contavam com seu carisma único entre eles, A Place in the Sun, The Last Time I Saw Paris, Giant, Cat on a Hot Tin Roof, Suddenly Last Summer, The Taming of the Shrew, Butterfield 8 e Who's Afraid of Virginia Woolf, estes dois ultimos lhe deram o Oscar de melhor atriz.
Ao fazer Cleopatra tornou-se a primeira atriz a ganhar a cifra de 1 milhão de doláres no filme mais caro de todos os tempos que quase levou a Fox a ruína porque os valores não se pagaram. Adoeceu no começo das filmagens  e toda a produção teve que esperar 6 meses até que se recuperasse. Foi durante as conturbadas filmagens de Cleopatra que conheceu o excelente ator inglês Richard Burton e há quem diga que foi seu grande amor.
Casou-se mais seis vezes.
Sinônimo de beleza e talento, de mulher apaixonada e amiga dos gays, Elizabeth Taylor é um mito vivo.

Os amigos de Elizabeth Taylor

James Dean possuía um temperamento difícil fora das telas e personificou a imagem do garoto rebelde em Rebel Without a Cause. East of Eden e Giant lhe deram indicações póstumas da Academia. Foi o primeiro ao alcançar tal feito. 
Montgomery Clift tinha origem aristocrata e apareceu nos cinemas no fim dos anos 40. Ao lado de Elizabeth Taylor realizou três filmes, entre eles o preferido de Charles Chaplin, A Place in the Sun.
Rock Hudson fez várias comédias ao lado de Doris Day. Nos anos 50 e 60 foi um dos maiores galãs de Hollywood. Trabalhou com James Dean e Elizabeth Taylor em Giant.

Rock Hudson chorou horas a morte de James Dean. Montgomery Clift teve um relacionamento com os dois. James Dean foi apaixonado pela atriz Pier Angelli e dizem que correspondia a Rock e Montgomery.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

A noviça Julie Andrews

Julie Andrews era a estrela de My Fair Lady nos palcos, mas perdeu o papel no cinema para Audrey Hepburn. Walt Disney a viu no teatro fazendo Camelot e a convidou para fazer Mary Poppins que lhe rendeu o Oscar de melhor atriz. Recentemente pode ser vista em The Princess Diaries e sua voz pode ser ouvida em Shrek, mas eu nem preciso dizer qual é o filme que todos lembramos dela não é?


Nunca houve uma mulher como Rita



Em Sonho de Liberdade, o personagem de Morgam Freeman diz para um apreensivo Tim Robbins ao ver a primeira aparição de Rita Hayworth em Gilda: "This is the part I really like, when she does that shit with her hair"
Observando essa cena não tem como discordar. Ela sabia como fazer aquilo com o cabelo e depois dela muitas tentaram ou tentam copiar. Nenhuma conseguiu.

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Audrey Hepburn

Segundo o estilista Givenchy, que era incumbido de vestí-la, Audrey Hepburn era um ideal de elegância e uma inspiração para o trabalho dele.
Recentemente em uma pesquisa realizada na Inglaterra foi escolhida a a mulher mais bonita da história do cinema hollywoodiano. Nicola Moulton,a editora de beleza da Vogue inglesa explicou a escolha de Audrey dizendo que "ela tinha uma beleza cinematográfica, que era incrível nos movimentos de cena, não só em fotos”.

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Memorable Quotes [parte V]

Momento Greta Garbo em:

Ninotchka:
Ninotchka: I should hate to see our country endangered by my underwear.

Grand Hotel:
Grusinskaya: I want to be alone. I think I have never been so tired in my life.

Camille:
Marguerite: It's hard to believe that there's such happiness in this world.

Memorable Quotes [parte IV]

Momento Robert Carlyle em:

Trainspotting:
Begbie: 'cause I fucking told you to bring them, you doss cunt!

The Full Monty:
Gaz: I've got a degree in ass wiggling, mate.

The Beach:
Daffy: Pay them in dollars and fuck their daughters.

Memorable Quotes [parte III]

Momento Heath Ledger em:

10 Things I Hate About You:
Patrick: Hey! Don't say shit like that to me. People can hear you.

Brokeback Mountain:
Ennis Del Mar: Jack, I swear...

Darknight:
The Joker: If you're good at something never do it for free.

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Eu acredito

Eu acredito em anjos, em fadas, em duendes, em dragões, na força da natureza, na grande força do bem acima do mal, acredito que deuses estão dentro de cada um de nós da mesma forma que demônios também! Que podemos mudar qualquer coisa desde que se queira de fato. Acredito no meu amor. Acredito no amor como o maior poder que pode existir. Acredito em mim e sei que deveria acreditar mais e que temos muito mais capacidade do que muitas vezes achamos que não temos, mas o ser humano desconhece grande parte dessa capacidade. Acredito nas trevas e na luz interior de cada um. Acredito e desacredito em muitas outras coisas, entretanto busco para mim uma evolução espiritual.
Ontem, um garoto que fora atingido por uma bala perdida depois de passar por dois postos de saúde que não pediram nenhum tipo de radiografia, deixou o hospital sorrindo e dando adeus para a TV. Ele não terá sequelas.
Ele está bem.
E você?