segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Se o achar, segure-o

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!


Fernando Pessoa

10 comentários:

Paulo Braccini disse...

já segurei ... enfim ... preciso segurar mais coisas ...

bjux

;-)

Paulo disse...

Haha, tá difícil de achaaaaaaaa!!!

FOXX disse...

discordando do paulo, não é nada dificil achar, todo mundo acha o tempo todo...

mas tem gente q acha e finge q não viu...

e tem gente q naum sabe manter...


né?

Mauri Boffil disse...

quero segurar o meu!!

DO disse...

Acredite: eu estava precisando ler algo assim.

Abração,Serginho!

São disse...

Desconhecia este poema do grande Pessoa.

Beijinho.

. intemporal . disse...

.

. "todo o gesto é um acto revolucionário" .

. como este aqui . que em gestos se traduzem .

. um beijo, Serginho .

.

. paulo .

.

Leandro K. disse...

fernando pessoa é flawless

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Conselhos poéticos de Fernando Pessoa...

Não é à toa que as palavras se imortalizaram!

Saudades, amigão!

===

Pampublikong disse...

Pois já estou por aqui, pra não te perder de vista por nem um momento!