segunda-feira, 8 de março de 2010

Resumo da ópera

Considerações à parte a cerimônia foi fraca. Steve Martin e Alec Baldwin fizeram um bom trabalho, mas a organização pecou ao cortarem as canções indicadas e o prêmio pelo conjunto da obra às lendas do cinema também. O mesmo havia sido entregue meses então passaram um breve resumo. Talvez quisessem dar ritmo a festa, mas foi triste a forma como foi exibido. Algo do tipo: "Ok vocês não servem mais pra nós depois de anos de glória!". Enfim a noite foi mesma dos jovens astros, de Crepúsculo a Hannah Montana todos estiveram presentes. E muito bem vestidos por sinal. Cansativa a homenagem aos atores indicados, mas arrepiante a homenagem a John Hughes. Adorei rever Molly Ringwald, Macaulay Culkin, Ally Sheed, Judd Nelson...
Também marcaram presença Keanu Reeves, Sarah Jessica Parker, Tom Ford, Demi Moore (lindíssima), James Taylor cantando uma música fraquinha na homenagem in memorian que cometeu o erro de não exibir a  imagem da Farrah Fawcett,. O porque eu não sei!
Quanto aos prêmios, Davi venceu Golias. "The Hurt Locker" venceu "Avatar" e pela primeira vez na história uma mulher vence como melhor realização. Barbra Streisand teve a honra de entregar a Kathryn Bigelow o prêmio que tirou de James "Eu-tenho-um-ego-imenso" Cameron. O diretor que aliás estava parecendo mais um vilão de desenhos animados ficou a ver navios e teve que engolir sua ex (deslumbrante) ir receber os prêmios merecidos! A Academia  com isto deixou claro sua preferência com relação ao futuro do cinema. Eles disseram: "Não, não queremos mais este blockbuster como melhor filme! Queremos filmes com histórias que possam fazer a diferença no futuro e este futuro pode ser outro!" Avatar já é um filme visto por demais e não precisa de mais nada. Achei justo e digno. E feliz dia da mulher!
Quanto aos atores, nenhuma surpresa. Christoph Waltz, Mo'Nique, Jeff Bridges e Sandra Bullock foram os premiados. Não posso deixar de comentar que enfim Sandra acertara em um vestido depois de péssimas escolhas recentes, mas não posso dizer o mesmo de Meryl Streep (branco?).
Supresa mesmo ficou com o Oscar de filme estrangeiro. Nossos vizinhos argentinos levaram esta deixando pra trás o favorito alemão com "El secreto de sus ojos".
Outra surpresa foi o ator Ben Stiller fantasiado de Na'vi em um momento sui generis.
Porém nada pior mesmo que as transmissões no Brasil, enquanto a Globo exibe a cerimônia atrasada a TNT tem os estúpidos comentários de Rubens Ewald Filho. Minha sugestão? Mandem o Wilker pra TNT e aposentem o outro que não faz a mínima falta!

10 comentários:

L. disse...

Realmente, justo e digno!
Ainda não acho que Guerra ao Terror mereça o prêmio - o filme não é isso tudo que espalham. Acho que Preciosa merecia levar o premi da noite.

James Cameron continuava parecendo o Snape - a mulher delerealmente gosta de cafonice.

A cerimonia foi fraca. Saudades da Whoopi! =O

Dri Viaro disse...

Oi!!

Passei pra conhecer seu blog, e desejar boa semana

bjs

aguardo sua visita :)

ManDrag disse...

Continuo a achar a noite dos oscares uma óptima oportunidade para desligar a tv e pôr o sono em dia.
hehehe

Beijos

São disse...

Cristoph Waltz merece indubitavelmente o prémio!!Espero ainda vê-lo receber o de melhor actor protagonista!

Fico feliz por Bigelow ter sido premiada , até por causa do tema do filme; foi uma feliz prenda do Dia da Mulher em todos os planos.

Boa semana.

António Rosa disse...

Mesmo justo e digno. Eu não consegui ver tudo, até porque aqui em Portugal começa à 1 da madrugada e acaba às 6 da manhã. Irei ver o resumo, mas tenho lido por aí o mesmo que você comentou. O ano passado foi um bom show e este ano parece ter sido tudo a correr. abraço.

Alexandre Lucas disse...

Este ano tive preguiça.

Ausência Instável disse...

Bom, nao pude ver ...
mas já agradeço pela visita ...
Tentarei ficar por dentro dos assuntos!

Vlw mesmo....

abração.

Marcos Eduardo disse...

Senti falta da Farrah Faucett na homenagem aos falecidos. Zero pra TNT e sua "transmissao chinfrin", bem nhambiquara, por sinal. Detesto ver as discussões do Rubens com a Cris. Acho uma perda de tempo! Estou começando à considerar a sua sugestão: José Wwwwwwilker, por favor!

rsrssrs.

Mauri Boffil disse...

eu nao vi esse filme... =/ E Jurava que seria avatar!

Cristiano Contreiras disse...

Cerimônia bastante chatinha e morna, sem sal.

Visto que os filmes deste ano nem todos foram empolgantes, fato.
Sandra Bullock melhor atriz? Era a mais fraquinha das indicadas, sinceramente. Até Carey Mulligan por Educação estava melhor que ela! Lamentável, como sempre as premiações são estranhas – lembra de Reese Whiterspoon ter tirado o Oscar de Felicity Huffman por Transamerica? Julia Roberts ter tirado o Oscar das mãos de Ellen Burtyn por Requiem para um sonho? como sempre, filmes comerciais imperam mais – vide as atuações. Fato!

Guerra ao terror é bom, sim…mas, Bartados Iglorios que deveria imperar nas premiações…só levou o oscar de coadjuvante? Sem comentários.

Jeff Bridges merecia há anos, esse sim valeu a pena! foi bonito de ver. Gostei das premiações técnicas de Avatar, mas merecia melhor som e mixagem também! Boa a premiação de filme estrangeiro, apesar do páreo duro este ano nessa categoria. Essa sim teve filmes densos e interessantes!

Taylor Lautner e Kristen Stewart estavam agradáveis na apresentação dos filmes de terror – o que Lua nova também fazia nas cenas juntos com os filmes de terror? Achei estranho também, visto que o filme não é macabro, mas acho que o critério de seleção dos filmes era mais por ter elementos do horror(vampiros, lobisomens, etc). Vai entender mesmo, rs.

Bela homenagem a John Hughes, momento ápice da Cerimônia e tenho dito!

Eu acho que a trilha sonora deveria ter sido por James Horner, Avatar ou mesmo o de Hans Zimmer que fez um belo trabalho no Sherlock Holmes – mas, você vai me condenar, mas eu preferia mesmo é que a trilha de Alexandre Desplat por Lua Nova tivesse sido vencedora, já escutou? recomendo! Sério, o score é lindo e intenso.

Bom, que venha o próximo Oscar!