terça-feira, 6 de abril de 2010

O Rio de Janeiro continua lindo?

Enquanto a cidade virou um verdadeiro rio (ou mar) já está na hora das pessoas (os governantes principalmente) pararem de procurar os culpados pela calamidade e tomarem as devidas providências!

9 comentários:

Arsênico disse...

Eu que sou super apaixonado pelo Rio fiquei tão triste ao acordar com as notícias desses problemas todos com a Cidade Maravilhosa!

Além da mortes que são as maiores perdas nessas catástrofes!

Meus pêssames aos que perderam suas famílias... aos que estão impedidos de sairem das próprias casas...

E com certeza... não adianta ficar culpando as "ocupações irresponsáveis"... e sim tomar providências cabíveis e funcionais!

***

:S

ManDrag disse...

E onde estavam os governantes e as entidades de fiscalização quando esses focos ilegais de ocupação urbana cresciam perante os olhos de toda gente?

É bom que se aprenda com os erros.
E já é mais que tempo de pôr o dinheiro do tesouro brasileiro ao serviço da melhoria de condições de vida de TODA A POPULAÇÃO! Para que apregoar a riqueza do Brasil e depois deixar milhões vivendo na miséria e abaixo do nível de pobreza?

Solidariedade para com as vítimas!

Beijos

SAL disse...

é serginho... eu não sei se é um problema do brasileiro, ou se é mais um agravante dos governantes, mas o que sinto é que só se toma providencias qdo a tragédia ja está instalada! uma pena!

bem colocada sua indignação!

bjo

Paulo disse...

Nada de novo, só pra variar... vamos ver qual será a outra tragédia que vai rolar e esperar eles falarem as mesmas coisas, um jogando a culpa no outro!

Leandro K. disse...

lembro de um autor que disse, mais ou menos... quando as coisas dão errado, todos saem correndo para apontar os culpados.

Caju disse...

a culpa, nessas horas, nao eh de ninguem. nem de quem tentem culpar.

tempos que n apareço aqui, né? sorry.

xero, moço.

RAFAEL disse...

Serginho...adoro o Rio de Janeiro, e vou morar lá qdo estiver velhinho...rs rs rs.

Lamentavel a cidade estar nesse estado, mas não culpo apenas os governantes, culpo a população mal educada que atira garrafas plasticas pela janela do carro, que não se importa em terminar um lanche e jogar na calçada a embalagem vazia.

Toda ação tem uma reação...é a forma da natureza mostrar que estão judiando dela...Qdo o povo for mais inteligente, souber votar, e ser menos porco...quem sabe cidades lindas como o Rio nao pereçam tanto.

abração...

Leandro Faria disse...

O mais triste é ver o Sérgio Cabral garantindo que as mortes ocorreram nas favelas e não nas áreas nobres. Lamentável, né?

Luck® disse...

Que não se pense que sou insensível. Pelo menos, não mais que a média.

Mas essas questões de calamidade já são um assunto que hoje, pelo menos, só vendem revistas, jornais e ganham espaço nas TVS. Ora bolas! Já sabemos mesmo que se forma menos técnica, precisa, quais são os ingredientes que levam a essas desgraças:

A natureza;
A topografia;
A ignorância da própria sociedade;
A imoralidade triunfal dos governos (que também é, à priori, sociedade);

E depois podemos ir lançando olhares mais refinados, que esbarrarão na corrupção dos órgãos fiscalizadores; do Executivo!

Da burrice das pessoas, que além de ignorantes querem habitar onde não pode (porque nem todos são tão tolinhos a ponto de não saberem que estão fazendo algo errado - mas o "jeitinho"...)

Da imoralidade dos organismos sociais que poderiam acionar juridicamente e até através de Organismos internacionais esse constante e antigo desrespeito;
A falta de ação concreta - por que não? - da OAB, etc.

E o Carnaval foi logo ali, noutro dia. As tiras enfiadas nas bundas mostravam uma cidade maravilhosa.

Alguém quererá me dizer que "de repente" não é mais assim?

Oras... Talvez eu seja muito menos insensível do que me imaginei.