quinta-feira, 19 de agosto de 2010

A Explicação

O post anterior não tinha a intenção de provocar a violência como alguns acharam, mas infelizmente como o mesmo foi mal interpretado preferi apagar do que causar mais confusão. Alguns até acharam que incitava a violência. Estranho que determinados comentários contra mim eram mais violentos que o próprio post que pra mim não tinha nada de violento. E o link para o blog de onde eu havia tirado a frase estava lá. Era só um clique e entendia-se bem o porque da frase.
Não tenho o objetivo de criar posts para agradar ningém aqui além de mim. Mas tenho profundo respeito a muitos amigos que aqui vem e não porque são assíduos e sim porque são amigos mesmo. Assim como espero que seja recíproco o mesmo respeito.
Não me arrependo do post. Infelizmente ele foi mal interpretado e como a grande maioria dos comentários (atenção, eu disse maioria, não todos, alguns entenderam muito bem a brincadeira) tiveram o tom jocoso, mal criado, mal humorado, preconceituoso e violento, preferi esquecer esse triste episódio e seguir adiante e peço desculpas a todos.
Educação é algo que eu faço questão de manter. Mas como dizem, há males que vem para bem. O post mostrou que existem pessoas que quero de fato conhecer e trazer para minha vida e outros que se já não queria antes agora mais do que nunca é que não quero.
Espero que agora tenha sido bem interpretado e se daqui pra frente eu não for, então não importa. O problema não está comigo. É lamentável que existam pessoas assim abertamente preconceituosas que se irritam por menos e mostram quem de fato são. Quando vamos em seus blogs pregam o amor, falam de sexo e dizem ser favoráveis a tudo, até o casamento gay, mas na verdade são tão preconceituosas quanto a vizinha do lado que aceita os gays mas nunca em sua casa.
De qualquer forma eu devia esta explicação a todos que aqui vem. Bons ou mals. Este compromisso eu tenho e aqui está.

A todos um bom dia. Segue a programação normal.