quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

O que deu certo, ano passado!

Chris Nolan e Leonardo DiCaprio são dois nomes de sucesso em Hollywood e aqui juntos nada poderia dar errado. E não deu. A Origem foi um dos maiores sucessos do ano passado e deve fazer bonito no Oscar este ano.

O preferido dos leitores do Mans também foi o preferido de muitos outros sites por ai. Ao dividir o último livro em duas partes a saga ganhou mais suspense ainda deixando o público enloquecido para o embate final este ano.

O primeiro filme foi o primeiro grande sucesso da Pixar que recebeu uma excelente continuação anos depois. Quando todo mundo pensava que as aventuras do cowboy esperto e do astronauta sonhador estavam encerradas, eis que surge um terceiro. E tão bom quanto os anteriores. Resultado: outro grande sucesso!

A adaptação de um livro infantil que deixou maravilhado a todos com esse conto de fadas sobre amadurecimento. Mas engana-se que foi feito para crianças. Muito pelo contrário, é um filme para todos!

Quando um filme consegue nos convencer que coisas inimagiáveis podem ser reais ele cumpriu seu papel de nos por dentro dele! Eis um belo exemplo disto nesta linda animação da Dreamworks.

Humor e Drama são bem dosados neste filme que soube conduzir bem assuntos delicados. E o trio de atores é supimpa!

Leonardo DiCaprio  virou o ator preferido de Martin Scorcese. Aqui ele brilha mais uma vez neste suspense onde tudo pode acontecer. Até os momentos finais não há como desgrudar da cadeira.

Muito se fala ou se falou deste filme e ele continua fazendo sucesso. A história, segundo seu personagem principal, não é fiel, mas não podemos esquecer que tudo não passa de um filme. E um filme dirigido por David Fincher com trilha sonora de Trent Reznor. Fiel ou não, é um sucesso!

O filme arraza quarteirão made in Brasil abriu caminho para uma série de filmes sobre o tema porém aqui José Padilha deixa claro que ninguém faz este gênero melhor que ele. E Wagner Moura é o cara!

Ele é um filme de 2008 na verdade que seria destinado ao esquecimento. Mas não foi. Um filme de ação dirigido por uma mulher. E a mulher em questão, Kathryn Bigelow, já havia sido casada com James Cameron e muito se falava que ela havia aprendido com ele. Depois deste filme ninguém mais sabe quem aprendeu com quem.  O que sabemos é que o filme é bom. Muito bom.

Viggo Mortensen é um ator de muitas possibilidades e aqui ele encontra o personagem certo em que pode provar isso. Ele tenta criar um filho num mundo destruído. A direção soube captar muito bem a profundidade do tema.

Preciosa vive num mundo de sonhos onde ela é a estrela, mas sua realidade é outra: sofre nas mãos da mãe tirana, tem dificuldades na escola onde é obrigada a ser transferida, mas as coisas mudam quando ela conhece pessoas certas nos locais certos. A vida não é um conto de fadas: é muito mais difícil do que se pode imaginar.

Uma garota de 8 anos troca correspondência com um judeu obeso e quarentão. Ela está na Austrália e ele em Nova York. Esta animação em stop-motion é simplesmente comovente ao retratar a amizade de duas pessoas tão diferentes que talvez nunca se conhecessem e se tornassem amigas.

Tom Ford fez uma brilhante estreia na direção deste filme sobre a solidão e Colin Firth nos leva a mergulhar dentro de seu personagem que se destina a um fim trágico, mas que nos faz refletir sobre cada um de nós.

A origem do nazismo a partir de uma pequena comunidade do interior é retratada neste imperdível filme alemão.

O cinema nacional precisa aprender com os hermanos se quiser um dia ganhar um Oscar. O Segredo de Seus Olhos é poesia pura.

Os suecos sempre souberam fazer cinema. Alguns dos maiores mitos da sétima arte são suecos e com um vasto currículo, o país não decepciona neste filme ao retratar um serial-killer, assunto complexo já tão explorado pelo cinema americano e aqui é mostrado de uma forma bem original.

Mães são capazes de qualquer coisa. A deste filme sul-coreano luta para defender seu filho deficiente da acusação de assassinato. Sensível.

15 comentários:

FOXX disse...

dessa lista eu vi S Origem, Harry Potter e A Estrada... fui pouco ao cinema em 2010...

Guará Matos disse...

Então, amigo, muitas outras coisas darão super certo este ano.
Bjs.

Diogo Didier disse...

Dessa lista eu vi Harry Potter, Preciosa e A Estrada...Filmes realmente MARAVILHOSOS, recomendo!

António Rosa disse...

Aqui estamos melhor. Vi a Origem, Amor sem Escalas, A Ilha do Medo, Guerra ao Terror, Preciosa e Direito de Amar.

Cocada.g disse...

Concordei plenamente com a lista dos piores! E em relação a essa lista dos que deram certo eu não tenho uma opnião tão certa como a anterior. Eu particularmente não gostei de HP7! Mas a origem, Toy story 3 e:HTTY Dragon foram filmes realmente muito bons;! Tropa de elite sem comentários, formidável. Os muito outros nem cheguei a assistir, mas ja que vc gostou acho que vou dar uma espiadinha!

abraços!

ManDrag disse...

Ora vamos lá ao cinema... pipocas na mão, tudo a postos! (hahaha! Odeio pipocas no cinema!)

Inception; não vi porque tinha o Leonardo de Caprio. Homenzinho feio!
Harry Potter #não sei quantos (novela juvenil em capítulos; para os menos atentos tipo "Malhação" ou "Morangos Com Açúcar" em versão cinéfila): fui ver mas fiquei tão "louco de suspense" que nem me lembro já como foi a história.
Toy Stroiy 3; nem vi o primeiro.
Where the Wild Things Are; não vi mas tenho curiosidade de saber como é. Contudo irei preparado para uma tremenda melosa pieguice à la Holywood.
How to Train Your Dragon; o nome Dragão sempre me excita genitalmente, mas... bonecos?!!! E ainda por cima apalhaçados?! Poupem-me! Não sou criminoso em penitência!
Up in the Air; ouvi boas referências, mas sou alérgico a galãs dados a intelectuais. E o Clooney nem está perto dos meus padrões estéticos de homens atraentes.
Shutter Island; até veria, mas... Têm mesmo de fazer filmes com o Leonardo de Caprio?????????????? Ah, é DiCaprio?! Desculpem a falha aqui do ignorantão!
The Social Network; se eu não sou muito fã, nem entendido, dessa nova invenção de finalidade duvidosa... imagina só eu a ver um chorrilho de fofoquices. Baahhhh...!
Tropa de Elite 2; nem vi o 1! Vou ligar a TV para assistir noticiários.
The Hurt Locker; proposta interessante. Se ela for tão boa a dirigir filmes como o ex-marido... gostaria de espreitar.
The Road; está na calha pra baixar e assistir (proposta da minha amiga Clarice da Praia). Gosto do Viggo pela inteligência, nem tanto pela beleza (mais outro que não encaixa muito bem nos meus padrões). Estou entusiasmado para assistir!
Precious; falhei de assistir porque quando passou cá por casa eu estava com essa merda de dengue (que incivilizado estas doenças tropicais!) Mas um dia ainda verei. Prometo que sim! Inshallah!!!
Mary and Max; hum... animação... mas parece interessante. (sim! Eu também vejo animação. Da boa!!! Adorei Princesa Mononoke!!!) Não me importaria de sentar e apreciar.
A Single Man; associo a boas referências de gente que intelectualmente respeito (nomeadamente um tal PB). Espero que o caso de solidão seja verdadeiro e não uma mera ausência "da dama amada e adorada". Sim, sou misógino! E daí? Cada um sabe de si!
Das Weisse Band (isto dito em alemão sabe bem. Pronunciar alemão é como saborear uma comida nova); o nazismo visto por alemães... parece muito interessante. Junta na lista, amor!
El Segredo de Sus Ojos; Cruzes! Vá de retro!!! (Já disse acima que sou misógino!)
Män Som Hat... e por aí... (estas línguas germânicas, sim as línguas escandinavas são um veio germânico!, são uma provação); cinema sueco? se for ao nível de Bergman (o Ingmar!) eu assisto. Afinal até me identifico no título.
§§§§§ em coreano é que nem vou tentar!; à muitos anos assisti um delicioso filme russo chamado "Mãe e Filho" de Aleksandr Sokurov (aconselho veementemente!). Neste caso coreano a sinopse promete e, como é de proveniência oriental, suponho que não seja tipo lamechice holywoodesca. Esperemos! Inshallah!

Beijos

Reginaldo disse...

Assisti o "O Segredo de Seus Olhos" no final de dezembro de 2009em um Pulgueiro de Cinema na calle Corrientes em BUE, apesar do som que parecia saído de uma caixa em mono, as cadeiras de madeira e um cheiro de mofo, consegui ficar embasbacado com o filme, assim que estreiou aqui fui revê-lo e me pareceu ainda melhor em uma sala da UCI.

Agora em 2010, imbatível mesmo foi "A Rede Social", os diálogos são impressionantes e claro fiquei apaixonado pelo Geek Jesse Eisenberg.

S.A.M disse...

Voce tem tanta cultura que me afoga.

Adoro isso aqui. ^^

Lua Nova disse...

Virgem santa!!! Como to desatualizada. Esse ano foi mesmo um
horror pra minha vidinha cultural.
Só vi 2. Preciso tomar uma providência.
Ainda bem que tem vc pra me orientar devidamente... rs
Agora, mãos à obra! Vou baixar tudo!!
Beijokas, Serginho.

Le Voyeur disse...

gente, dos q vi esse ano, a origem é de longe o melhor. sou super hiper mega fa!!! mas toy story 3, a rede social, harry potter tb sao bons!!!

bjs do voy

DPNN disse...

Amei "A Origem"! Incrível ter feito sucesso, pois tinha tudo para afundar, afinal, não é um filme fácil. para mim, foi tudo o que Matrix queria ser... melhor filme do ano, junto a Tropa de Elite 2.

Toy Story 3 eu vi ontem, e confesso que não achei tudo isso que tem sido dito. É legal, bonitinho, mas nada que se compare a Procurando Nemo, Mary & Max (melhor filme da década e um dos melhores de todos os tempos) ou Ratatouille, ainda imbatíveis para mim no quesito animação. Como treinar seu Dragão também é legal.

Onde Vivem os Monstros. Sei lá, esperava mais dele, achei meio sem sal... assim como Preciosa e O Segredo de Seus Olhos (estou procurando o grande filme que me prometeram até hoje). Direito de Amar tem um dos finais que mais me deram vontade de assasinar o roteirista na minha vida...

Sou o maior fã do George Clooney (maridão que não leia), mas não gostei de Amor Sem Escalas.

A Ilha do Medo é legal, mas tem muita falha no roteiro, o que me irrita bastante... mas é o melhor do Scorcese nas últimas décadas, já que ele vive mais do nome do que da qualidade de seus filmes.

Edilson Cravo disse...

Uau que lista hein..rs
Assisti A origem, Direito de Amar, Ilha do Medo, Amor sem escalas, Preciosa, A estrada entre outros. Vamos esperar o oscar e ver o que q dá..rs.
Abraços queridão.

Lobo disse...

Inception, Como treinar o Seu Dragão e Toy Story 3 foram bons demais! Nossa, Toy Story é muito tenso, não é qualquer filme que consegue me deixar agoniado daquele jeito não :p

Beijo Serginho!

Daniel disse...

Realmente 2010 foi um grande ano para filmes! muito dai eu ja assisti e adorei. Muito bom seu blog, estou a te seguir, abraços

Dan

HSLO disse...

Preciosa....é muito bom, gostei.

abraços