terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Come Back to the Five and Dime, Jimmy Dean, Jimmy Dean!

Há exatos 80 anos atrás nascia um jovem que se tornaria uma das maiores lendas do cinema. Mesmo tendo aparecido em poucos filmes, sua trágica a morte o transformou num ícone até hoje nunca superado.
James Byron Dean nasceu com nome de astro na zona rural de Indiana, EUA. Filho único de Wilton e Mildred Dean. Seu nome do meio era uma homenagem da mãe ao poeta inglês Lord Byron. No fim dos anos 40 seguiu para Lons Angeles para estudar arte dramática. Abandonou o curso e acabou em Nova York no conceituado Actor's Studio de Lee Strasberg. Não demorou muito e começou a fazer pequenas pontas na TV, trabalhou na Broadway onde foi premiado ganhando reconhecimento da crítica por seu desempenho como ator. Com isto chamhou a atenção dos executivos de Hollywood. Nesta época Marlon Brando já era um astro quando o jovem Dean começava sua carreira. Se conheceram nas filmagens de Desirée e o encontro foi frustrante para o jovem. Brando fez comentários jocosos sobre a roupa de James Dean que o deixou magoado. Neste mesmo período conheceu Pier Angeli e para muitos biógrafos foi o seu grande amor. O fim da relação não foi bem recebida por Dean que nunca a aceitou . Tanto que tempos depois Pier Angeli anunciou seu casamento com o cantor Vic Damone e James apareceu na capela onde seria realizada a cerimônia fazendo barulho com sua moto.
Porém até hoje sua orientação sexual é motivo de especulação. Há quem diga que no começo da carreira chegou a oferecer favores sexuais para progredir, entretanto se isso foi verdade ou calúnia nunca saberemos. James Dean morreu no dia 30 de setembro de 1955 num trágico acidente envolvendo o carro que dirigia em alta velocidade no cruzamento das estradas 46 e 41 na Califórnia, local este que serve de peregrinação para fãs de todo mundo até hoje.
Foi o primeiro ator a receber indicações póstumas ao Oscar. Primeiro por Vidas Amargas e depois por Assim Caminha a Humanidade. Juventude Transviada foi lançado após sua morte  e o filme ajudou a consagrar o jovem ator de 24 anos  em ídolo, íone da contra-cultura americana, jovem rebelde sem causa e símbolo sexual. Feitos que até hoje nunca foram superados.

14 comentários:

Arsênico disse...

É uma pena que tantos atores e atrizes tenham se perdido durante o estrelato! Tanta rebeldia que até mesmo nos dias de hoje parecem incabíveis!

***

BayjÖs!

;-D

Reginaldo disse...

Coincidência!! no domingo assisti "Juventude transviada" e me identifiquei muito com as atitudes dele.. hehehe Não tinha nem noção das comemorações dos 80 anos.

Dêco disse...

Morrer jovem é uma transgressão. E se a sexualidade dele vem pro meu lado eu cato.
Beijos

Edilson Cravo disse...

James Dean é e sempre será um dos grandes ícones do cinema assim como Marilyn e Bette Davis. Boa escolha. Abraços queridão.
Obs: È sempre mto bom vir aqui aprender mais sobre coisas tão bacanas.

Wanderley Elian Lima disse...

E continua vivo no imaginário das pessoas.
Bjão

ManDrag disse...

Se não se tivesse estourado no Porsche a caminho de mais uma corrida, hoje provavelmente estaria outro monstrengo como ficou o Brando depois de velho.

Paz à sua alma!

Beijos

Hugo de Oliveira disse...

Boa lembrança.

abraços

melo disse...

live fast
die young

FOXX disse...

e nunca saberemos...

Antonio de Castro disse...

tô com juventude transviada salvo pra ver.

deu até mais uma motivação.

São disse...

Oitenta anos e sessenta depois de morto tragicamente a força da sua memória é viva, como merece!

Viva James DEan, sempre!

Abraço grato por o ter homenageado, meu amigo querido.

Wans disse...

Uma da maiores gafes da minha vida foi nunca ter visto Juventude Transviada. Sei lá por quê.

bj

Paulo Braccini disse...

ícone da contra cultura da minha geração ... ainda existirão outros assim? vai saber né!

bjux

;-)

Inside Me disse...

querido serginho, olha eu aqui [again], enfim, seu blog me hipnotiza e eu sempre volto, haha.
Sabe q a primeira vez q ouvi falar de james dean foi numa musica de sandy e jr. q dizia: "... é uma mistura assim de brad pitt e james dean." o brad eu sabia quem era, mas o dean nao, daí fui procurar saber e q grata surpresa, hehehe. bjocas, amoreco