quinta-feira, 28 de abril de 2011

A gente não devia ter vergonha do que é bonito

“Eu te amei muito. Nunca disse, como você também não disse, mas acho que você soube. Pena que as grandes e as cucas confusas não saibam amar. Pena também que a gente se envergonhe de dizer, a gente não devia ter vergonha do que é bonito. Penso sempre que um dia a gente vai se encontrar de novo, e que então tudo vai ser mais claro, que não vai mais haver medo nem coisas falsas. Há uma porção de coisas minhas que você não sabe, e que precisaria saber para compreender todas as vezes que fugi de você e voltei e tornei a fugir. São coisas difíceis de serem contadas, mais difíceis talvez de serem compreendidas — se um dia a gente se encontrar de novo, em amor, eu direi delas, caso contrário não será preciso. Essas coisas não pedem resposta nem ressonância alguma em você: eu só queria que você soubesse do muito amor e ternura que eu tinha — e tenho — pra você. Acho que é bom a gente saber que existe desse jeito em alguém, como você existe em mim.”
 - Caio Fernando Abreu


Post dedicado ao lindo, Alexandre Lucas

12 comentários:

..::voy::.. disse...

sempre há oq ser dito!!!

abraços do voy

São disse...

Um texto lindo: parabéns a Caio e a si, meu bem.

Um enorme abraço.

Wans disse...

A primeira vez que eu li Caio, foi com o conto Aqueles Dois, e pra mim, foi arrebatador. Fiquei pensando nele por dias e corria trás dos outros e nunca me arrependi. Ele era um escritor maravilhoso e será eterno pelas suas obras.

Bjaõ

ManDrag disse...

Somos muitas pequenas sementes espalhadas em corações por aí...

Beijos

Dan disse...

pq é tão dificil falar de amor?

Paulo Braccini disse...

Tenso! Existe alguma relação entre os posts? [vc me entende né?]

Fred disse...

58 polegadas?!?!
WOW!!!!
Seu, seu... seu... seu superdotado!!!!
Hahahahahahahaha!!!!!
Bjzzzzzzzz!!!!

Wanderley Elian Lima disse...

A escolha do texto não poderia ser melhor. Não podemos ter vergonha de fizer "eu te amo".
Beijos

CIELLO disse...

nem preciso comentar. é tudo eu nesse post tb. salve caio. salve minha eterna mania de amar...

bjos pra vc e pra vc sabe quem que cai como uma luva para esta situação!

Hugo de Oliveira disse...

Texto brilhante! O Caio é genial!
Obrigado Serginho por dedicar um texto tao bonito assim...

Um super beijo.
TE AMO.

anonimo.com disse...

Caio Fernando Abreu é sempre perfeito!

muito gostoso o blog!
=D

Alexandre Lucas disse...

Caio nos faz muita falta.
:(