segunda-feira, 4 de abril de 2011

O Justo Dia Digno Em Que Conheci Serginho Tavares

Eu não lembro o dia exato, nem mesmo como acabei aportando nesse espaço. Sei que, assim como sempre é nesses contatos virtuais, de link em link cheguei até aqui, li, gostei, comentei. Mal sabia eu que dessa gentileza entre blogayros nasceria uma amizade.
E, você bem deve saber, amizades são assim. Um papo casual, uma piada, uma risada, quando se vê... PUFT! Aquela pessoa já faz parte da sua, compartilha segredos, ri das mesmas besteiras.
Serginho Tavares era o meu amigo virtual mais presente, mais real. Ele acompanhou meu primeiro namoro, minha paixão avassaladora, meus textos açucarados e meus poemas de amor. Ele viu tudo desmoronar e, assim como todo bom amigo, tomou partido e me acolheu sempre que foi preciso. Foi o Serginho quem conheceu primeiro o meu segundo namorado (com detalhes de como tudo havia começado) e acabou virando amigo dele, fã de carteirinha. Foi o Serginho quem me deu colo e ombro amigo depois que essa história também chegou ao fim e que eu segui minha vida, sozinho.
O que eu não imaginava é que teria a oportunidade de vê-lo, abraçá-lo, beijá-lo e sentir na pele o seu ciúme de amigo. Mas, a vida é assim, e quando me vi, estava indo ao seu encontro. Uma série de fatores me levaram ao Nordeste, à sua cidade e lá marcamos de nos conhecer.
Lembro-me como se fosse hoje da tarde agradável caminhando pelo calçadão, do lanche no shopping, dele emburrado com o meu jeito despachado e insensível, de me sentir trocado pelo amigo que me acompanhava. Lembro com carinho da forma com que fui acolhido e pude tornar real o que era apenas virtual.
Serginho Tavares, o cara do Justo & Digno. Serginho Tavares, o meu amigo.
Assim, nada mais natural que nessa data tão emblemática (orgulho de alguém conseguindo manter por três anos um blog com tanto conteúdo) eu estar aqui, rasgando seda pra esse velho e bom amigo.
Serginho, sou seu fã. Serginho, sou seu amigo!
E sei que isso não se agradece, por isso, respire o elogio: obrigado por tudo, seja lá o que isso signifique!

Autor, do Confissões a Esmo.

13 comentários:

..::voy::.. disse...

justo e digno.
justíssimo e digníssimo!!!

abraços do voy

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

vc É O AMIGO!
viva Serginho!

Paulo Braccini disse...

Justo e digno depoimento ...

Serginho faz diferença em BlogsVille ...

Indo visitar o Confissões a Esmo ...

CIELLO disse...

olha... taum bom essa sensação de bem querer!!! bjaum e otima semana

Wanderley Elian Lima disse...

Lindo depoimento. Amizade é uma forma de amor, e como todo amor, simplesmente acontece.
Bjão

Edu disse...

Que supimpa!! Encontros assim são as melhores coisas desta vida, não?

Autor disse...

Nossa,
Nem lembro dessa foto, rs...
Eu tava barbudo e de boné.
E BEEEEEM mais magro rs...
#Medo

Mas foi um belo dia!

Bjos, querido

António Rosa disse...

Espero um dia poder conhecer pessoalmente o Serginho.

Fred disse...

Uhuuuuuuuuuuu!!!!!!!
Justa e digna homenagem!
Sou fã de ambos!!!
Bjzzzzzz!!!!!

Lobo disse...

Fofo toda vida!

Mas é bem assim mesmo. Também tenho um que a internet me trouxe e hoje não consigo me livrar de jeito nenhum ahauahaua.

Beijo Serginho!

ManDrag disse...

Quando foi isso? rsrsrs

Beijos

Antonio de Castro disse...

amigos que nascem por aqui.

acho justo e digno.

do meu sumiço? correria. sei que é clichê mandar essa de correria e falta de tempo, mas é verdade.

juro.

Wans disse...

Eu catava o Serginho. prontofalei!