segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Frota

Talvez muitos de vocês leitores amados do JeD sentiram falta dele no top 10 varões do Brasil-sil-sil, mas Alexandre Frota é hour concour. Quem, além dele, poderia ser tudo aquilo, pegar travesti e filmar? Por estas e outras ele é o verdadeiro machão tupiniquim que já foi de tudo nessa vida e quando poderia ficar pior ainda apareceu cantando no Faustão.

E o post de hoje é dedicado ao Braccini.

SAG Awards 2011

Enquanto nossa querida Gisele Bündchen ofuscava Ashton Kutcher e Demi Moore no SPFW, a 17° edição do SAG Awards no geral não trouxe muitas surpresas, pelo menos entre os vencedores do cinema. Melissa Leo, Christian Bale, Natalie Portman e Colin Firth confirmaram o favoritismo e assim como o Globo de Ouro levaram seus prêmios pra casa. O Discurso do Rei tirou de A Rede Social o principal prêmio da noite, melhor elenco em um filme, e agora assume a dianteira na disputa dos Oscars.
Já na TV a coisa  não foi muito diferente e Claire Danes e Al Pacino por seus desempenhos em telefilmes levaram a melhor de novo, como se esperava. Na categoria drama, Boardwalk Empire ganhou com o melhor elenco, Steve Buscemi melhor ator pela mesma série e Julianna Margulies como melhor atriz por The Good Wife. Porém a comédia não me fez rir. Alec Baldwin não conseguiu disfarçar o constrangimento ao receber pela milionésima vez, o prêmio de melhor ator por 30 Rock. Tanto que ele não sabia nem mais o que dizer. Estranho também foi dar a Betty White o prêmio de melhor atriz por Hot in Cleveland. Mesmo que ela mereça, ou não, ficou aquele clima de prêmio de consolação ou de prêmio pelo conjunto da obra que por sinal ela havia ganho o ano passado. Mesmo Betty sendo aquela atriz que todo mundo gosta foi esquisito. Já  a estatueta para o melhor elenco em série cômica desta vez foi para Modern Family, a série do momento por aquelas bandas, então nem foi tanta surpresa assim já que entre as indicadas ou seria ela ou Glee que acabou a ver navios...

domingo, 30 de janeiro de 2011

Alguns bons motivos para ver o SAG Awards hoje!

Dennis Quaid, antes, antes e agora

Alec Baldwin, antes, antes, antes e não importa agora

Dexter Morgan, ops, Michael C. Hall

Bryan Cranston

Dr. House? Yes!

Mark "Hulk" Ruffalo

Christian "Batman" Bale

Jon Hamm

Edgar Ramirez

James Franco

Colin Firth

sábado, 29 de janeiro de 2011

Top 10 - Os varões do Brasil

O Brasil é um pais de varões de todos os tipos que personificam o ideal do brutalhão que todos tem em mente: o comedor que cospe no chão, arrota e fala palavrão. Em outras palavras, o machão. Por estas e outras eis ai o top 10 do JeD e POR FAVOR isso aqui não é coisa séria, ok? Eis os rústicos da vez!

10 - Lula
Governou o país por dois mandatos seguidos, saiu nos braços do povo e Obama acha ele "o cara".  Vamos combinar que isto sim é coisa de machão. 

9 - Romário
O baixinho metido de pavio curto já bateu em torcedor, coleciona desafetos, frases polêmicas, filhos e mulheres assim como gols. É o típico machão do futebol que fez escola.

8 - José Mayer
O ator preferido de Manoel Carlos sempre faz o mesmo papel, aquele que pega todas as atrizes do elenco. Se um dia foi ator, ninguém, mais lembra. E machão que é machão não deixa boas lembranças.

7 - Dado Dolabella
Pra quem encarou Wanessa ex-Camargo, Adriane Galisteu e a Luana Piovani tem que ser muito machão.

6 - Nuno Leal Maia
O eterno surfista de meia idade da novela das sete, até já foi um dia um ator melhor, mas deixou isso de lado. Representar pra quê? Ele é machão! 

5 - Malvino Salvador
Desde que estreou na TV tem feito o mesmo papel: o homem bruto que primeiro bate e depois pergunta o porquê. E machão não pensa. 

4 - Mário Gomes
O machão brucutu das novelas quase viu sua carreira desabar por causa de uma cenoura, mas machão que é machão dá a volta por cima e não dá motivos pra desconfiarem da sua sexualidade.

3 - Humberto Martins
Este assumiu o posto do anterior como o grande machão das novelas nacionais, mas ao contrário do mentor sabe posar pelado atuar.

2 - David Cardoso
O rei da pornochanchada já estrelou novela das seis, fez filme pornô e confessa que é ruim de cama como todo machão.


1 - Paulo César Pereio
Eis aqui o grande astro do cinema nacional que como ninguém soube personificar o machão sentimental que come a mocinha, mas é tão cheio de dúvidas existencias que nunca sabíamos se no final o que ele queria  mesmo era dar pro amigo. Mais machão impossível!

E ai? O que acharam? Sentiram falta do Latino? Théo Becker? Eu não. Rá!

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

1, 2, 3 e já!

Joe Manganiello e Matthew Goode
O que andam dizendo por ai é que Joe Manganiello pode vir a ser o Super Homem no novo filme dirigido por Zack Snyder. Até agora nada foi confirmado ainda e além dele, Jon Hamm e Matthew Goode já tiveram seus nomes envolvidos na produção. Hamm já confirmou que está fora do projeto. Quanto a Goode e Manganiello nada dito, portanto vamos esperar pra ver quem vai vestir capa vermelha e sunga por cima das calças!

E a NBC topou exibir o seriado da Mulher-Maravilha que pode ter seu piloto dirigido por McG diretor de As Panteras e produtor de Supernatural. Neste novo seriado ela será uma executiva que combate o crime em Los Angeles algo bem diferente da origem da personagem e consequentemente da série dos anos 70. O roteiro é de David E. Kelley de Chicago Hope e Ally McBeal.

E o Quarteto Fantástico vai virar trio. O motivo? O Tocha Humana vai morrer! (até resolverem ressuscitá-lo, como sempre fazem nas HQ's...)

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Pagou pra ver e viu!

Juliana era uma daquelas mulheres que atiçavam todos os sexos. Morena, cabelos negros, corpo gostoso, inteligente, culta, pós graduada em design em Londres e deliciosamente sensual. Com seus 24 anos era o que podíamos chamar de espetacular!
Afirmava que se apaixonou pelo marido da mãe depois de ter presenciado, escondida, uma transa dos dois, num sábado de madrugada onde a chuva forte fazia a trilha sonora.
Dizia nunca ter visto tanto vigor num homem só, onde sua mãe era dominada completamente e não se negava a nada.
O tamanho e a grossura do pênis não deixavam dúvidas de quem verdadeiramente mandava. E quando ele encaixou todo “aquele monstro” por trás de sua “pobre” mãezinha, ela gemeu junto e ali mesmo gozou feito uma devassa, “abençoada” pelo pecado. A partir daquele dia só pensava no que viu e como podia tê-lo dentro de si.
E isso não demorou muito. Numa tarde de terça-feira, sua mãe precisou ficar mais duas horas no hospital onde era chefe da equipe de enfermagem. Juliana aproveitou e produziu o ambiente para uma perfeita “sacanagem”. Colocou um vestidinho curto, transparente e sem calcinha deitando-se na cama do casal com a televisão ligada. Sabia que Rodolfo, seu padrasto, chegaria a qualquer momento. E assim aconteceu.
Ao ouvir o barulho da porta se abrindo, puxou o vestido um pouco para cima e deitou-se de bruços fingindo ter adormecido. Ouviu Rodolfo entrar no quarto e ficou quieta. Sentiu a respiração do “garanhão” ficar acelerada com o susto que ele tomou em ver a “filhinha” daquele jeito. Ouviu o barulho da porta do guarda-roupa se abrir e em seguida ele colocar sobre ela um lençol. Mas ao cobri-la sua mão toca em Juliana que finge espanto ao “acordar”. O padrasto se desculpa, mas o desejo já havia se apossado do ar. E tudo aconteceu.
Primeiro as justificativas de Rodolfo e o “susto” de Juliana que ao levantar deixou completamente exposta sua vulva depilada, inchada e completamente molhada. Ao observar o “espécime” de homem à sua frente notou que aquilo que ela tanto desejava, estava “em alerta” e pronto para o embate. E por mais que ambos tentassem evitar, o inferno já havia aberto as portas e os convidado à entrar.
A “diaba” sem perder tempo abriu a calça do marido de sua mãe e abocanhou, ou pelo menos tentou, toda aquela extensão. E o “demo” gemia forte, confirmando que havia se entregue ao pecado capital.
Juliana sem soltar o membro ereto o encaminhou para sua fenda e forçou a penetração, agarrando o macho pelas costas e puxando-o em sua direção até ele estar todo dentro dela. Nesse momento ela pode sentir o que sua mãe “suportava”, percebendo que estava sendo rasgada e sendo socada até ao útero.
Naquela posição teve dois alucinados orgasmos e quase desfaleceu. Rodolfo percebendo que a “fera’ estava quase abatida virou-a de costas e lubrificando o ânus da moça foi abrindo caminho. Ela tentou se desvencilhar, porém, o padrasto era forte e a impedia. Foi colocando pedaço a pedaço, até que os 27 centímetros estarem completamente dentro. Era tanta dor que ela não aguentou mais lutar e relaxou para receber todo aquele “tronco” em seu “rabinho angelical”.
Depois de alguns minutos sentiu um jorro forte, como se uma mangueira d’água houvesse sido ativada para irrigá-la.
A partir desse dia virou escrava sexual de Rodolfo e pode perceber sua mãe cada vez mais amiga e carinhosa com ela.

Por Guará Matos

Nós

Agora a pouco saiu a lista com os indicados ao Oscar deste ano. O "Discurso do Rei" concorre à 12 prêmios, "Bravura Indômita", 10 e "A Origem" e "A Rede Social" à 8 estatuetas. Quem quiser conferir todos os indicados, a lista completa está aqui. Minha opinião sobre cada um deixarei para dizer mais perto da cerimônia. Agora não tem graça. Porém o que quero deixar aqui é um convite para todos vocês lerem o post do querido Cain Sodom, Artigo "Sexo, design e internet (...) homossexuais masculinos". Um post justo e digno. Como ele.

Beijos

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Skins

 A série Skins, uma das preferidas do Wans, estreou sua versão americana na MTV e teve uma grande audiência, mais de 3 milhões de espectadores. Porém o sucesso já incomodou o Parents Television Council (PTC), conselho que avalia o conteúdo apresentado pelas emissoras, solicitou ao Departamento de Justiça e do Senado Americano uma investigação para que seja avaliado o conteúdo exibido pela série e as possíveis sanções à MTV. O que deixou de cabelo em pé os donos da MTV e os anunciantes, claro. 
E mais uma vez os americanos mostram que a tal liberdade de expressão que eles vivem falando o tempo todo, só existe no papel mesmo.

domingo, 23 de janeiro de 2011

Selo de Qualidade!


Ganhei mais um selinho lindo e desta vez dos fofos Diogo Didier e Júlio César Vanelis. Vamos às perguntinhas de praxe?

Nome: Sergio ou se preferir, Serginho, como todos me chamam. Acho fofo.
Uma música: Corcovado. "...Quero a vida sempre assim, com você perto de mim, até o apagar da velha chama..."
Humor: Sempre bem humorado. Pelo menos eu tento.
Uma cor: Verde
Uma estação: Moro em Recife e aqui só tem estação de metrô. Serve?
Como prefere viajar: Com meu namorado e de avião.
Um seriado: The Walking Dead.
Frase e/ou palavra mais dita por você: Negócio. Não sai da minha boca. É tudo negócio.
O que achou do selo: Lindo!

Os indicados? Vocês, todos vocês, sempre!

sábado, 22 de janeiro de 2011

Anne Hathaway e outras histórias!

Anne Hathaway, direto do Globo de Ouro
Você deve ter lido por ai ou se não leu saberá agora que a linda Anne Hathaway será a Mulher Gato no novo filme do Batman. Uma escolha acertada que deve reviver a personagem que foi jogada no tumbo de Ramsés com aquele filme com a Halle Berry. 
E os fofoqueiros de plantão andam dizendo que Darren Aronofsky substituirá Chris Nolan na franquia do Batman depois do terceiro filme. Mas o que ele anda dizendo é que está trabalhando no roteiro de um filme que será transformado em HQ. O diretor também está por trás do novo filme do Wolverine.
O filme do Pantera Negra vai mesmo sair. A Marvel contratou Mark Bailey que faz sua estreia num filme de ficção já que até hoje ele escreveu apenas para documentários. Para quem não sabe o Pantera Negra surgiu em meados dos anos sessenta numa revista do Quarteto Fantástico.Ele é um rei de um país africano e atualmente está casado com Ororo, a Tempestade. O todo poderoso da Marvel, Kevin Feige será o produtor do filme.
Estas são algumas das imagens divulgadas de X Men: First Class onde vemos James McAvoy como Charles Xavier e Michael Fassbender como Magneto. Na imagem seguinte, Kevin Bacom como Sebastian Shaw e January Jones como Emma Frost.
No novo filme do Homem Aranha, o personagem JJ Jameson não estará no filme. Gente, eu não sei mais o que esperar deste filme!
Depois de muita conversa pra lá e pra cá agora se sabe que o filme que seria o prelúdio de Alien se chamará Prometheus e a data de lançamento é 9 de março de 2012. A base do projeto, continua sendo a série Alien, só que com uma nova mitologia. No elenco já está confirmada Noomi Rapace no papel de Elizabeth Shaw. Charlize Theron e Angelina Jolie disputam um outro personagem importante no filme.
Beyoncé fará mais uma versão de Nasce uma Estrela. Esta será dirigida por Clint Eastwood.
Kiefer Sutherland disse que o filme de 24 horas deve ser rodado até o fim do ano. Isto depois da Fox dizer que o filme não sai.
Máquina Mortífera ganhará um remake. Ó céus!
Robert Downey Jr. se desligou do projeto de Oz, the Great and the Powerful. O motivo ninguém sabe e até já estão falando no nome do Johnny Deep. O filme contará a história do mágico antes dele ir para Oz. A direção é de Sam Raimi.
Arnold Schwarzenegger, direto do túnel do tempo
Agora que ele não governa mais a Califórnia, Arnold Schwarzenegger vai voltar ao cinema e já tem três roteiros o esperando. Um deles é sobre um soldado alemão que recebe a ordem de matar um grupo de crianças, mas ele não obedece e foge com elas vivendo um monte de aventuras. O filme é baseado em fatos reais e se chama With Wings as Eagles.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Memorable Quotes {parte IX}


 Regras para ser fabuloso:
  1. Sempre fique na direita em uma foto. Assim, quando a foto for impressa você estará a esquerda, e por isso, todos verão você quando forem ler a chamada da foto.
  2. Nunca seja visto tomando outra coisa que não seja champanhe.
  3. Não use heroína.
  4. Nunca use branco no Dia do Trabalho.
Regras para publicidade:
  1. Nenhuma publicidade é ruim.
  2. Quando algo é publicado, automaticamente se torna verdade.
  3. Nunca termine com alguém em público.
Regras para ser um DJ superstar :
  1. Sempre pode-se contar com a coletânea do Studio 54.
  2. Madonna sempre funciona.
  3. Quando tudo falhar, toque techno. É irreconhecível, anônimo, e todos acharão você um máximo.
E por fim a arte de dominar um lugar:
Depois de fazer sua grande entrada, pegue seu amigo pela mão e saia cumprimentando todo mundo, dando a volta no salão. Quando terminarem, cada um siga em direções opostas, parando e perguntando para as pessoas se elas viram seu amigo. Depois, encontrem-se novamente e saiam falando para as pessoas "Olha, achei meu amigo!"

Michael Alig e James St. James, Party Monster.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Do céu, sem asas - Capítulo 06

- Então era ele, sempre foi ele! Exclamava espantado o falcão mutante.
- E o que faremos?
- Não sei, se Braccini estivesse aqui...
- E ele está!
Subitamente em meio a uma nuvem de fumaça surgem Braccini, Wander, Mauri e Tavares.
- Até que enfim vocês apareceram! Estava cansado de ter que representar que não sabia onde estavam, dissera Autor.
- Eu também, retorquiu Cain Sodom.
- Agora ninguém precisa mais representar. O traidor está ai e agora meu trabalho esta encerrado! Vão embora e me deixem em paz!
- Sinto dizer meu caro, mas não chegamos nem na metade!
- Como assim?
- O Lobo ainda esta sumido, lembra?
- Este que ai está, quando acordar, o interroguem, ele pode dar todas as informações necessárias!
- Precisamos de sua ajuda ainda.
- Para que?
- Enquanto estivemos escondido no Olimpo descobrimos que esta conspitração é muito maior do que imaginávamos.
- E o que eu tenho com isso? Meu trabalho já está feito. Eu não estou entendendo...
- Chega dessa conversa toda! Eu sei de uma maneira que você irá entender!
Com apenas um gesto, Tavares cria um portal entre dimensoes que suga Faysano para dentro dele. Luzes de todos os tipos de cores passam por ele, até pousar em um terreno macio.
***
Faysano estava deitado sobre a relva. Parecia ter chovido a pouco tempo pois ela ainda estava um pouco molhada. Abriu os olhos e pela primeira vez a luz do sol lhe incomodava, podia senti-la sobre seu corpo, o cheiro do mato. Como uma criança brincava no gramado, rolando pelo chão. Estava sozinho e à sua frente pode ver uma pequena trilha que lhe conduzia a uma imensa árvore.  Um homem estava de costas parado sobre ela como se estivesse a contemplar toda a beleza do lugar.
Faysano andou até ele.
- Seja bem vindo!
- Quem é você?
O homem enfim, se portava a sua frente.
- Meus amigos me chamam de Edu...
- Eu eu lembro de você! Estava na sauna aquele dia! De onde eu conheço você mesmo? Eu tenho certeza que já nos vimos em algum lugar!
- Sim, muitas vezes! Costumava correr por aqui quando criança. Me ajudaste a plantar esta árvore que aqui está. Pena que o mundo não entendeu muito bem para que ela serve...
- Onde eu estou?
- Algumas pessoas chamam de céu. Outras de paraíso. Você chamava de casa.
- Eu estou morto?
- Não, não está. Tavares o transportou para cá. Como neto de Zeus ele possue este poder de circular entre os mundos.
- Mas que lugar é este?
- Lindo não é? Foi criado por um grande amigo. Sempre quis tentar fazer algo parecido, mas não sou bom desenhista.
- Então nada disso é real?
- Se você pode ver, porque não é real? Isto aqui não é uma Matrix.
- Então, isto é o Olimpo?
- Tambem não. Estamos um pouco mais acima. Antes do Olimpo ou qualquer outra coisa existir ja existíamos.
- Exisitiam? Quem?
- Eu e você meu caro. Deixe me explicar... Eu sou o que o ser humano costuma chamar Deus. Possuo portanto muitos nomes, mas aceitarei este por enquanto para sua melhor compreensão. Mas antes de existir tudo isto havia apenas luz e trevas e para isto criei você. Era necessário que a luz e as trevas pudessem ser separadas e este equilíbrio entre todas a coisas, o bem e o mal, pudessem criar o universo.
- Então eu sou...
- Voce é este equilibrio. Sempre teve o desejo de expandir este universo e como grande apaixonado pelos seres que eu havia criado, queria fazer parte deles, então, cedi ao seu desejo de vir à Terra como um ser mortal e assim poder ver o mundo como eles veem.
- Mas eu sou um mutante, não um ser tão mortal como os outros.
- Seria impossível fazer de você um ser completamente mortal, por isso o criei como um mutante, o primeiro deles e daí vieram todos os outros.
Faysano olhava para Edu sem ter muita certeza se o que via era verdadeiro, mas ao mesmo tempo se esforçava para crer.
- Sei que isso parece estranho.
- Muito!
- O homem é falho e a beleza da humanidade está em poder errar e descobrir o erro para acertar novamente. Se todos nascessem com a idéia pré-concebida de algo não haveria beleza alguma no mundo. É necessário que haja oposição em todas as coisas.  E se a Terra for destruída todo o resto do universo viria a seguir. O segredo é este equilíbrio. Veja, este rio que corre ao contrário, por exemplo.
De repente Faysano lembrara que já havia visto aquele rio e consequentemente tudo ao redor começava a fazer sentido. Via cada pétala de cada flor que Edu criara para ele como sendo dele e toda aquela luz, toda aquela imensidão, enfim ele estava de volta à sua casa e com lágrimas nos olhos, os dois se abraçam!
- Eu voltei, pai!
- Sim, meu filho. Eu precisava que retornasse.
- Porque?
- Algo está entre nós, ameaçando o equilíbrio do universo. Agora meu filho é chegada a hora de você escolher!
Faysano temia que esta hora chegasse, agora ele sabia que a maior escolha que poderia fazer seria esta. - Estás pronto?
- Sim, estou pronto!
- É isso que queres fazer?
- Sim
- Então, que assim seja!
Faysano refletia no que o jovem deus dizia. Aqueles dias haviam sido tensos e se ele tivesse parado pra pensar talvez não houvesse aceitado o que os mutantes lhe pediram. Por um momento ele quis se manter na completa ignorância, mas agora já era tarde. Havia todo um universo para salvar...

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Quem sabe?

E como vocês pediram, postarei aqui o 6° e quem sabe último capítulo da história. Mas não hoje e nem amanhã. Quinta-feira, quem sabe. Agora vamos às outras novidades?
















































Em virtude dos últimos acontecimentos no sudeste do Brasil, ao qual deixo aqui meus sentimentos de solidariedade, desalento, tristeza, raiva e compaixão, melhor ficar por aqui mesmo e voltar depois. 
Quinta-feira.
Quem sabe?

SAM!

"Ei! Sorria... Mas não se esconda atrás desse sorriso...
Mostre aquilo que você é, sem medo.
Existem pessoas que sonham com o seu sorriso, assim como eu.
Viva! Tente! A vida não passa de uma tentativa.
Ei! Ame acima de tudo, ame a tudo e a todos.
Não feche os olhos para a sujeira do mundo, não ignore a fome!
Esqueça a bomba, mas antes, faça algo para combatê-la, mesmo que se sinta incapaz.
Procure o que há de bom em tudo e em todos.
Não faça dos defeitos uma distancia, e sim, uma aproximação.
Aceite! A vida, as pessoas, faça delas a sua razão de viver.
Entenda! Entenda as pessoas que pensam diferente de você, não as reprove.
Ei! Olhe... Olhe a sua volta, quantos amigos...
Você já tornou alguém feliz hoje?
Ou fez alguém sofrer com o seu egoísmo?
Ei! Não corra. Para que tanta pressa? Corra apenas para dentro de você.
Sonhe! Mas não prejudique ninguém e não transforme seu sonho em fuga.
Acredite! Espere! Sempre haverá uma saída, sempre brilhará uma estrela.
Chore! Lute! Faça aquilo que gosta, sinta o que há dentro de você.
Ei! Ouça... Escute o que as outras pessoas têm a dizer, é importante.
Suba... faça dos obstáculos degraus para aquilo que você acha supremo,
Mas não esqueça daqueles que não conseguem subir a escada da vida.
Ei! Descubra! Descubra aquilo que há de bom dentro de você.
Procure acima de tudo ser gente, eu também vou tentar.
Ei! Você... não vá embora.
Eu preciso dizer-lhe que... te adoro, simplesmente porque você existe."


De Charles Chaplin, a quem eu dedico ao meu amigo SAM. Feliz aniversário!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

68th Annual Golden Globe® Awards

A 68° edição do Globo de Ouro não revelou muitas surpresas, assim mesmo Chris Colfer, o Kurt de Glee, não conseguiu esconder o espanto ao levar o prêmio de melhor ator coadjuvante derrubando os favoritos Eric Stonestreet de Modern Family e David Strathairn de Temple Grandin. A alegria foi geral não apenas para ele, mas para todos seus colega de elenco. Em seu discurso emocionado não deixou de dedicar o prêmio a todos aqueles que sofrem de bullying. O moço subiu ao palco outra vez junto com toda a equipe para receber o prêmio de melhor série. E estavam todos lá. Um momento bonito de se ver. Legal ver também Katie Seagal vencer o prêmio de melhor atriz em série dramática por Sons of Anarchy, Claire Danes usando um lindo Calvin Klein, (Emma Stone usava outro do mesmo estilista tão lindo quanto) venceu por Temple Grandin mostrando o seu favoritismo na premiação assim como o veterano Al Pacino levou mais um pra casa, sendo aplaudido de pé. Logo depois de ter recebido o prêmio, foi deitar as crianças no hotel ali perto e para sua supresa não quiseram deixá-lo voltar para o local de premiação. Como assim? O homem acabou de ganhar um Globo de Ouro e é barrado? Pois é, aconteceu  e se existem aqueles que não conhecem Al Pacino existe quem não conhece Robert De Niro. Matt Damon ao falar sobre o ator antes de entregar-lhe o prêmio especial pelo conjunto da obra disse que nunca tinha ouvido falar  do mesmo até trabalhar com ele. Se foi piada, ninguém achou graça. Como também ninguém achou graça do apresentador Ricky Gervais que persistindo o erro do ano passado voltou para deixar todos os convidados sem graça. Surgiu até o boato no twitter que ele havia sido demitido no meio da cerimônia, já que passou um bocado de tempo sem aparecer no palco. Quando retornou estava sem o paletó do smoking. Mas gafes mesmo ficaram para a transmissão da TNT que não poderia ser diferente, afinal não seria a TNT com seus eventuais probleminhas técnicos. Ao contrário dos outros anos,  este ficou para o fim e bem na hora de apresentar as indicadas a melhor atriz em um filme dramático. Mas nada pior mesmo que os estapafúrdios comentários de Rubens Ewald Filho que entre uma "pérola" e outra confundiu Amber Riley, a Mercedes de Glee com Gabourey Sidibe, a atiz de Precious.

sábado, 15 de janeiro de 2011

Wans!

Algumas pessoas passam em nossas vidas e apenas passam. Não deixam endereço, nem sabemos seu perfil no twitter, outra sabemos até demais, mas quando somem não nos importamos. Talvez porque não estavamos naquele momento, na mesma frequência. Mas existem os que são únicos, que surgem, passam, ficam, fazem morada em seu coração e sempre estarão onde quer que estejamos. São mais do que parte de sua vida, é uma escolha mútua de afinidade.
Eu sou sempre grato por poder ter em minha vida pessoas assim. Não são muitas e nem eu quero que seja, afinal meu coração é grande, mas precisa de espaço pra todo mundo respirar e poder dar a festa que deseja. Entre estas pessoas existe o Wans que eu posso dizer que amo, amo muito desde o primeiro contato, desde o primeiro segundo. Amo por ele amar o Melo. E eu amo tanto o Melo... acho que tanto quanto ele ama suas tatuagens.
Eu sou feliz por fazer parte do mundo do Wans. Um mundo feito de coisas belas.
Feliz aniversário meu amigo. Que São Lázaro esteja com você neste dia perfumado de cravo e papoula. Lotus e Jasmin. Porque você tudo pode.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Muahahaha

Para os interessados, existe um sexto capítuo que eu poderia postar aqui ou mandar por email e isto depende de vocês. Digam o que acham melhor e ai veremos o que acontecerá. No momento eu saio rindo, como o Cain Sodon.

Do céu, sem asas - Capítulo 05

 O traidor

Costumava largar as roupas pelo chão. O outro ia recolhendo peça por peça pacientemente. Limpou o quarto, banheiro. De vez em quando parava para observar o outro adormecido. Resolveu então preparar-lhe um pequeno almoço e ficou esperando para vê-lo acordar. Algo que ele fazia devagar, com preguiça.
- Desculpe, eu não quis te acordar.
- Não precisa se desculpar e você não me acordou. Agradeceu com um sorriso no canto da boca
- Você deve ser Cain Sodom, o homem mais rápido do mundo, estou certo?
- Sim, está, mas... Quem andou falando de mim?
Ele sorriu.
- Estive na sauna a pedido de seus amigos Braccini e Wander. Na verdade fui mandando pra lá
- Sim, eu sei e o que descobriu?
Faysano fazia mentalmente um retrospecto dos que acontecera no dia anterior. Logo depois de conversar com Mans, foi dar uma volta no local até que alguém veio ter com ele.
- Faysano?
- Sim e você é...
- Me chame de Húngaro todos me chamam assim. Venha comigo!
O húngaro pegou Faysano pelo braço e o levou a uma cabine reservada longe dos olhos dos outros.
- Escute, você precisa mandar um recado meu ao Braccini.
Irritado o outro diz:
- Porque você mesmo não faz isso? O que vocês querem é um garoto de recados? Se for pra isso eu caio fora!
- Calma, você não entende! Estamos correndo muito perigo! Existe entre nós um traidor!
- Quem?
- Não sei, cabe a você descobrir, só você pode fazer isto. Junte as peças e descubra. Diga isso a Braccini. Eu vou viajar e não sei quando volto, mas darei um jeito de dar notícias, mas se eu não conseguir fazer isto até o fim de semana então é porque eles conseguiram me pegar. Eu sei que você é a única pessoa que pode nos ajudar! Por favor, dê esta notícia para Braccini! Amanha você receberá em sua casa a visita de alguém. Seu nome é Cain, Cain Sodom. Diga a ele...
- Espere! Como saberei que é ele?
- Ele tem mania de limpeza, então, se ele começar a limpar tudo que ver pela frente pode ter total certeza que é ele!
- E o que devo dizer?
- Escute.
Cain ouvia atentamente tudo até que pediu um momento para que Faysano interrompesse o recado do Húngaro.
- O que foi?
- De repente, sinto que estou sendo vigiado...
- Não há ninguém aqui e se houvesse eu saberia!
- É, devo estar ficando neurótico... Continue.
- É isto, agora você precisa encontrar Braccini e dar-lhe este recado.
Cain abaixa a cabeça.
- Não posso. Temo que seja tarde demais. Não consigo encontrar nenhum dos nossos.
Braccini, Wander... Não atendem meus recados. Pelo que sei, eles iriam viajar, mas deixariam no local de sempre as coordenadas de onde estariam. Acontece que nada foi encontrado e ele nunca faria isso! Então é porque aconteceu algo. Tinha esperança que talvez você soubesse de algo!
- Mas além dele...
- Ninguém mais. Autor, Mauri, Tavares, também estão desaparecidos.
Súbito um falcão adentra o quarto pela janela.
- Autor!
Ele se transmuta entre os amigos. Muito nervoso começa a falar!
- O que temíamos aconteceu. Estamos todos sendo capturados!
- Tem certeza?
- Claro! Braccini e Wander não atendem nenhum recado. Estive com Mauri ontem e hoje aconteceu o mesmo. Nenhum sinal.
- E Tavares? Voltou do Olimpo?
- O único que poderia nos dizer isso seria Mauri, mas tenho certeza que não porque ele não ficaria ausente mais que um dia. Nem tampouco Hera ficaria tanto tempo longe do Olimpo assim. Ou seja., ele também desapareceu!
- Primeiro Foxx, depois o Lobo, agora Braccini, Wander, Mauri, Tavares... Seremos os próximos!
- Calma Cain. Temos que pensar num meio de...
Faysano começa a rir.
- O que é tão engraçado? Estás a rir de nossa tragédia?
- Não! Estou rindo dele que ousou me desafiar!
Faysano imerge um clarão de luz e em poucos segundos se escuta um grito de dor lancinante e alguém que estivera ali o tempo todo cai perante eles!
- Mas este é...
- Não, não é quem vocês pensam! Este aqui é o traidor!

Continua?

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Do céu, sem asas - Capítulo 04

Tudo é relativo.

Um falcão sobrevoava os céus da cidade. Do alto, observava as pessoas embaixo, seus movimentos apressados, seus rompantes. Podia ficar ali o tempo que quisesse sem nenhuma preocupação. Gostava de observar tanto quanto gostava de voar. A sensação de liberdade não podia ser descrita. Ao seu lado outro falcão surgiu. Voava ao seu lado e parecia competir pelo mesmo céu. Ora estava acima dele, ora abaixo. Ele voava rápido e o mesmo falcão aparecia a sua frente. Em determinado momento pode perceber um pequeno piscar de olhos de seu oponente. Tão majestoso quanto ele. Já estava há algum tempo sobre as nuvens que não perceberam que sobrevoavam uma praia deserta. Asas em forma de V se formavam. Era a deixa para o pouso. O outro falcão mergulhou com o bico para baixo em direção a terra em grande velocidade. Ele o seguiu.
O lindo animal se materializou na figura de Autor em plena praia deserta. O outro ao seu lado na imagem de um belo rapaz que o outro conhecera há muito tempo.
- Mauri! O que fazes aqui?
- Você nunca se veste ao voltar à forma humana?
- Estou em uma praia deserta. Aliás, estaria se não tivesses me seguido até aqui.
- Guardando segredinhos agora?
- Não seja bobo... Mas porque me seguiu?
- Precisava falar com você, estou preocupado...
- Com o que meu amigo?
- Braccini conseguiu convencer Faysano a nos ajudar, mas e se ele não conseguir?
- Isto esta fora de questão e já conversamos a respeito!
- Nenhum de vocês percebe que existe essa possibilidade?
- Muito remota! É claro que ele vai conseguir!
- Suponhamos que ele não consiga...
- Você sabe bem o que irá nos acontecer!
- Nosso tempo está escasso, eu não sei que ele vai conseguir, não sei o que será de nós!  Ontem eu conversava com Tavares e assim como você ele tem plena confiança que dará certo... Não sei se tudo pode parecer tão fácil assim... Pode?
- Porque não poderia? Seu pai é um demônio, sua mãe uma deusa e você nasceu com poderes mutantes que podem lhe transformar em qualquer animal. Se alguém lhe dissesse que isto deixaria de ser possível você acreditaria? 
- Não, mas...
- Viu? Tudo tem dois lados. Tudo é relativo. Não pense nestas bobagens! Braccini sabe o que está fazendo. Além disso, Faysano é um mutante muito poderoso.
- Se este poder cair em mãos inimigas, se ele se vender...
- Se, se, se... Eu já disse, são apenas suposições e sem fundamento algum. Eu o conheci e sei que ele não fará isto.
- Como pode ter tanta certeza?
- Eu apenas sei.
- Gostaria de ter este mesmo pensamento positivo.
Autor fingiu olhar o céu, no fundo nem ele tinha essa certeza toda. Por fim completou:
- Depende de você meu amigo.
-Não sei. Toda a nossa existência nas mãos de uma única pessoa?
As palavras de Mauri soavam ameaçadoras forçando o amigo a mudar de assunto.
- Então, como esta Tavares? Disseste ter estado com ele ontem?
- Sim, estive. Ele foi ver o avô.
- Onde?
- No Olimpo.
- Mas Hera o havia banido. Como ele conseguiu entrar?
- Ela não esta lá, ele me disse.
- Estranho, porque uma deusa como Hera iria se ausentar de sua casa?
- Não sei...
Mauri não sabia a resposta, mas não estava preocupado com isso. Sua única preocupaçao era outra.
- Não sente como se alguém estivesse te vigiando?
- Tenho essa sensação desde que nasci, meu querido. Sou um mutante esqueceu?
- É diferente. Tenho sentido isto nos últimos dias. Agora mesmo. Como se estivesse num Big Brother.
Autor tenta disfarçar, mas não resisti e sorri.
- Não percebo isto, esqueça, agora meu querido vou aproveitar meu dia de folga e dar um belo mergulho neste mar. Nos falamos depois, está bem?
O amigo se despede e segue em direção ao mar. Mauri fica a observá-lo de longe. Ele senta na areia e fica a ver o mar. Seus pensamentos estão longe, talvez a beleza daquela imensidão azul tenha afastado por alguns momentos suas preocupações.
E atrás dele, alguém o vigia.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Do céu, sem asas - Capítulo 03

Algo de muito bom.

O sorriso matreiro tinha um olhar inquisidor. Faysano olhava-o de cima a baixo. Seus olhos percorriam pés (gostava de pés), as panturrilhas rijas, coxas grossas, glúteos firmes, peitoral avantajado, sem pelos, ombros largos e braços fortes. “Uma delícia” dizia para si mesmo. Sentou-se ao seu lado.
- Então é você quem eu devo encontrar aqui?
- Talvez. Vejamos, me diga você se eu sou quem procura?
- Sinceramente eu gostaria que fosse.
Ambos sorriam revelando a cumplicidade antiga.
- Então, como estão as coisas Mans?
- Estão bem e você como vai?
- Gostaria de poder te responder esta pergunta.
- O que aconteceu?
- Me pediram para ajudar em uma coisa ai... Não sei se fiz bem em aceitar!
- Que espécie de coisa?
Faysano relata o que lhe aconteceu horas antes. O outro apenas escuta. Como mutante seu poder consistia em controlar o fogo. Algo muito próprio para uma sauna, diga-se de passagem. Mans era o dono daquele lugar tempo o suficiente para criar laços fortes de amizade com Faysano. Acreditava que uma sauna seria o ambiente perfeito para se manter dentro do que aquela sociedade esperava deles, afinal podiam estar dentro do gueto sem serem incomodados. Com o tempo percebeu que o gueto estava preso dentro das pessoas.
Mans não precisou ouvir muito que o amigo dizia e o interrompe.
- Espere, você aceitou isso?
- Não tive muita escolha, eles não iam me deixar em paz mesmo além do mais o que podia dar errado?
- Mas que desculpa esfarrapada Faysano! Você definitivamente não sabe dizer não mesmo né? Confia demais em seus poderes mutantes!
- E você sempre diz isso...
- Mas é verdade. Nunca podemos esperar o que pode vir acontecer de pessoas que nem sabemos quem são. Eu vejo muita coisa aqui e escuto muita coisa também. Mutantes que simplesmente desaparecem não é nenhuma novidade e você devia saber disso.
- Sim, eu sei... Mas não se preocupe comigo meu amigo. Mudando de assunto – Faysano era mestre nisto- que grupo interessante é aquele ali? Não os conheço.
- Eles começaram a vir aqui tem pouco tempo. Estão sempre juntos. Gastam horrores e não ficam com ninguém daqui. O de costas sei que se chama SAM.
- Que bunda gostosa!
Mans sorri e continua - Além disso, possui inúmeras habilidades de poder controlar o tempo.
- Que ótimo! E quem são os outros?
- O do lado direito chama-se Renato Orlandi. Pode atravessar qualquer coisa sólida. Ao lado dele está o Glauco, os mais íntimos o chamam de Glaukitos.
- Parece ser bem simpático...
- De fato. Pode convencer qualquer pessoa a fazer o que ele quiser.
- Com um sorriso daqueles não duvido.
- Os outros dois são um casal: Wans e Melo. Melo por exemplo é uma fortaleza, além de inteligentíssimo. Pode manipular a realidade e é tão poderoso quanto você. O namorado dele tem os sentidos mais apurados que qualquer outro.
- Interessante! Fale-me mais deles! Fiquei encantado!
- Sei apenas isto. Mas, observe aquele que acabou de entrar e vai se juntar ao grupo. A única coisa que sei é que o chamam de Edu.
- O que ele faz? Não consigo perceber nenhuma habilidade mutante nele.
- Não sei. A única coisa que de posso dizer é o que chamam assim. Pensei que com seus poderes você conseguisse descobrir isso.
- Estranho...
- Sim, é estranho mesmo que você não consiga saber...
- Não é isso.
- O que é então?
- Ele me parece familiar. Mas eu não consigo lembrar de onde. Odeio quando isto acontece!
- Você terá que tentar lembrar outro dia, eles estão indo embora. É sempre assim toda vez que este Edu chega, eles vão com ele.
Faysano tentava descobrir afinal, de onde conhecia Edu. Já havia visto e conversado com ele. Tinha certeza disto. Mas não lembrava onde. Estranhamente, pela primeira vez, ele não conseguia sentir, não sabia o que ele era, porém apesar disto ele conseguiu sentir e saber que havia algo de muito bom dentro dele, assim como dentro de cada um de seus amigos e isto deixava Mans muito feliz.
E ele também.

Do céu, sem asas - Capítulo 02

 Mais um!
(versão editada para melhor compreensão)

- Está bem. Podem contar comigo! O que devo fazer?
Wander fingiu olhar pela janela para desviar do olhar de Faysano que parecia entrar por dentro da pessoa e desnudá-la revelando seus segredos. Aquilo não agradava o pequeno e forte mutante. Ele precisava continuar com o plano e a presença de Faysano era crucial. Fitou um falcão que parecia ter estado o tempo todo ali, ao longe, observando tudo. Delicadamente a ave posa no parapeito da janela. Braccini deixa escapar um breve sorriso que entendido pela ave, voa até ele e pousa em seu braço.
- E esse quem é? Disse Faysano com certo ar de desdém.
- Deixarei que ele mesmo se apresente.
A ave dá um pequeno rasante no cômodo e se transmuta em um jovem de feições belas: corpo forte com músculos bem torneados, pele bronzeada e barba por fazer. A visão do jovem nu em sua frente deixou Faysano desconcertado e isso era perceptível. Gostava do que via, mas preferiu mudar o semblante para que não percebessem. Entretanto não fora suficiente. Braccini e Wand trocaram olhares furtivos.
- Eu sou o Autor.
- Eu conheço você.
- Sim?
- Sim, posso ver que sim. Você está a me vigiar durante um bom tempo. Estou certo?
- Se dizes...
- Porque não se revelou antes?
- Porque tu não me revelaste antes com teus poderes?
- Costumas responder as perguntas assim?
- Não absorveste minhas habilidades mutantes, mas absorves meu modo de falar?
- Acontece sem querer algumas vezes.
- E porque com tanto poder, não me fizeste aparecer antes?
- Não tive a intenção de revelar-te.
- Agora posso perceber! Autor dera um grito de surpresa. Parecia ter descoberto a pólvora!
- O que?
- Tens acrofobia! É por isso!
- Que bobagem!
- Estou certo não é?
- A única certeza que tenho aqui, é que você sabe fugir de uma conversa muito bem!
Eles riem e são interrompidos por Braccini.
- Estão perdendo muito tempo. Já sabemos do que são capazes. Faysano, mais uma vez eu peço, melhor, imploro que nos ajude nesta missão. Depois seguiremos em frente.
- Eu já disse que ajudarei não é? Mas eu não visto uniforme.
- Para onde você vai agora, nem roupa precisará!
Súbito, Braccini teletransporta o poderoso mutante para longe dali. O local era conhecido. Os rostos, alguns bem familiares. Já estivera ali várias vezes, chegara até ser expulso algumas por beber demais ou brigar com clientes. A sauna aquele dia estava um bocado cheia e Faysano percebeu novos garotos trabalhando. Não entendia o que deveria estar fazendo ali, mas não se importou com isso. Chamava atenção quando passava. Alguns acenavam, outros o chamavam, alguns tentavam tocar-lhe. Tentativas em vão. Continuou andando até que um sorriso matreiro, vindo do bar, chamou-lhe tanto a atenção que o seguiu. "Mais um!", pensara. Mas não era apenas mais um!

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

E tudo começou assim!

Do céu, sem asas - Capítulo 01
O cigarro do demo

(versão editada para melhor compreensão)

Cansado, despido e deitado sobre a cama com a luz do sol a lhe incomodar Faysano tentava continuar deitado. Queria dormir, a ressaca da noite anterior lhe causara uma tremenda dor de cabeça. Não lembrava da última vez que tivera uma. Não demorou muito para que passasse, mas ele sabia que tinha realmente exagerado ao ponto de sentir-se daquela forma. Parecia estranho, mas esboçou um pequeno sorriso. Sentir-se como um ser humano era algo indescritível mesmo que por alguns segundos. Seus pensamentos o levaram para bem longe, mas não o suficiente para voltar a dormir. Resolveu levantar e molhar o rosto. Ao se por de pé, pensou sentir a presença de alguém ali no pequeno cômodo. Ainda deveria ser efeito do “cigarro do demo” que não passara. Caminhou desajeitadamente até o cubículo onde ficara o banheiro. Abriu a torneira. A água que saia era pouca, mas o suficiente. Levou as mãos ao rosto e ao ver-se no pequeno espelho em cima da pia pensara consigo que por mais que vivesse ainda veria muitas coisas. As rugas ainda não existiam no rosto, mas ele sabia onde cada uma deveria estar. Examinava seu corpo cuidadosamente e gostava do que via. Com um sorriso malicioso piscou para si mesmo.  Agora, sentia mais forte ainda a presença de alguém o observando. Sem nenhum pudor resolveu brincar com a possibilidade.
Subitamente, teletransporta-se para o outro cômodo.
- Quem é você? Seja quem for, apareça!
A imagem de Braccini, um homem alto e sisudo projeta-se à sua frente de imediato.
- Então, quem é você?
- Ora, ora, ora. Você é muito mais poderoso do que eu imaginei! Conseguiu facilmente absorver meu poder mutante... O que mais pode fazer?
Com o indicador apontado para seu oponente, ele estabelece contato. É o suficiente para erguer seu interlocutor e prendê-lo no teto.
- Está melhor agora? Posso fazer você virar poeira se não me disser quem é e o que quer de mim!
Naquele instante, mãos fortes e pesadas o seguram por trás. O homem preso ao teto consegue então escapar e desce como um gato furtivo.
- Pode solta-lo Wander. Ele não fará mal nenhum!
- Mas ele pode matá-lo!
- Ele não fará isso...
- Me larga ou eu mato os dois num piscar de olhos! Sem conseguir contato visual com seu agressor, Faysano apenas blefava.
- Você não mata ninguém meu caro Faysano. Eu conheço sua natureza!
- Como sabe meu nome? Ficara atônito. Não costumava usar seu nome mutante e apenas a pessoa que lhe dera o conhecia.
- Eu ando lhe observando e perdoe-me minha falta de educação. Eu sou Braccini e quem fortemente lhe segura é meu companheiro Wander. Viemos ter com você porque é a única pessoa que poderá nos ajudar!
- Ajudar? Como assim?
As mãos fortes e pesadas de Wander soltam Faysano que enfim, pode ver a sua frente um rapaz baixo e franzino. Se não conhecesse as habilidades mutantes teria estranhado como aquele moço poderia ter- tanta força.
- Venha conosco e eu lhe contarei tudo.
- Eu não vou a lugar nenhum. Pode começar contando agora.
Braccini olha para o namorado que aquiesce.
- Somos um grupo de mutantes que se protegem ao mesmo tempo em que ajudamos o governo de muitas nações com nossos poderes. Um dos nossos desapareceu misteriosamente no Golfo do México. Agora o governo americano nos culpa pelo derramamento de petróleo naquela região. Precisamos encontrá-lo e descobrir o verdadeiro responsável antes que seja tarde demais!
- E o que eu tenho com isso?
- Precisamos de sua ajuda, interrompe Wander.
- E o que eu tenho com isso? Se vocês são uma equipe, para que precisam de mim?
- Se não precisássemos de você não estaríamos aqui pedindo! Respondi um irritado Wander.
- Calma, abranda Braccini, talvez eu não esteja sendo muito claro. Há muito tempo o grupo das nações mais ricas do mundo incluindo a Rússia pediu a minha ajuda no combate ao terrorismo. Em troca estes mesmos paises nos ajudariam no combate a discriminação que sofremos ao longo de todos estes anos.
- Parece que não andou dando muito certo não é? Ironiza Faysano.
- Sim, de fato. Continuamos sendo perseguidos e molestados e até servindo de cobaia para testes em laboratórios. Um grande amigo, o Professor Lobo Cinzento descobriu em suas pesquisas um dado interessante. O ser humano teria nascido com o gene mutante e apenas alguns manifestariam isso. Esta pesquisa não pode ser publicada e meu amigo foi considerada persona non grata nos meios acadêmicos. Ele pediu minha ajuda, mas desapareceu dias atrás. Logo depois veio o problema no Golfo do México. Acredito, melhor, acreditamos que as duas coisas estão relacionadas.
- E vocês querem que eu resolva isto, certo?
- Queremos que nos ajude! Você é um dos mutantes mais poderosos que eu conheci e talvez nem conheça a dimensão total de seu poder. Se cair em mãos erradas poderia provocar o fim do planeta, mas posso sentir bondade em seu coração e por isso viemos pedir sua ajuda.
Faysano mira os dois mutantes. Eles aparentemente são completamente diferentes e isto se evidencia mais ainda quando estão um ao lado do outro, mas ao mesmo tempo há entre eles uma sintonia que os deixa completamente similares. Wander segura a mão de Braccini, seus olhos marejados deixam cair uma lágrima. Ela desce pelo seu rosto e cai no chão. Apenas a visão de Faysano pode ver todo o percurso da pequena gota; sua audição seria capaz de ouvir o barulho que ela fez ao cair no assoalho velho do cômodo em que estão. Talvez em outros momentos, o poderoso mutante tivesse dito não, mas percebeu que não desistiriam dele tão fácil e mesmo sabendo que havia algo muito maior que Braccini escondia resolveu seguir seu coração. Talvez as respostas que ele andava a procura pudessem estar ali, então, no que ele sairia perdendo? Já havia ajudado tanta gente mesmo...

domingo, 9 de janeiro de 2011

Toque no seco!

O Soap Oprah surgiu com um propósito, mas chegou ao fim (não chorem ,ele pode virar outra coisa), este fim será postado aqui e não lá já que foi aqui que tudo começou, portanto aqui vamos descobrir o fim da saga dos personagens que não tinham nome na história sem nome mas que ganhou nome e eles também! Confuso? Amanhã explico tudo!
Enquanto isso A Rede Social continua faturando. A Sociedade Nacional de Críticos de Cinema dos EUA o escolheu como melhor filme e elegeu Jesse Eisenberg como melhor ator, David Fincher foi escolhido o melhor diretor e  Aaron Sorkin recebeu o prêmio de melhor roteiro.
O canal A&E decidiu cancelar a exibição da minissérie sobre Jackie Kennedy após ver o resultado final. 
Victoria espera o quarto filho de David Beckham. Já que ela não canta e ele não joga, tempo de sobra eles tem, né?
Katy Perry não gostou de ver sua foto sendo divulgada pelo marido. E alguém gostou?

sábado, 8 de janeiro de 2011

Antes de conhecer (ou existir) o meio gay...


Sapa era mulher do sapo; Paulo Otávio era um nome composto de homem; Dar bandeira era distribuir flâmulas gratuitamente; Montado era coisa apenas de quem andava a cavalo; Queijo era alimento e não algo para se dançar sobre; Babado era só algo com saliva ou um detalhe no vestido; Cheque não era nada mais que uma forma de pagamento; Keila, Elaine, Nena, Elza e Gisele eram apenas nomes de mulher; Egípcia era apenas alguém do sexo feminino que nasceu no Egito; Rosca direta era um exercício de musculação e não uma prática bareback; Bofe era carne de baixa qualidade usada na mistura da ração do cachorro; Mala era algo que se usava para viajar, e não que se olhe e comece a viajar; Se colocar era a ação de se procurar uma posição física ou mesmo profissional; Sair do armário era coisa de comedor da mulher alheia quando o marido ia embora; Bater bolo era preparar uma sobremesa, assim como bolacha era apenas um alimento; Nas dependências das boates encontrávamos banheiros e não banheiros para as dependências nas boates; e pra terminar, Estar passado era resultado dos cuidados de uma pessoa com capricho e não desconforto resultante da ação de uma pessoa caprichosa.


Tudo isto e muito mais, aqui!

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Marcos Freitas (Passageiro do Mundo)


Dando prosseguimento a nossa série de entrevistas, hoje tenho a honra de ter aqui no JeD um jovem politizado de ideais fortes e que acredita plenamente neles mesmo vivendo em mundo caótico porque não se deixa abater, seguindo sua luta contra o preconceito e a intolerância. Senhoras e senhores, Marcos Freitas!

Olá Marcos, é um prazer entrevistá-lo. Conte um pouco, como começou o seu blog?

Meu blog já tem mais de 10 anos de história e começou de uma forma muito inusitada. Num verão, há mais de 10 anos, fui com amigos para a praia, nessa viagem conheci um cara chamado Sérgio, ele era ex de um amigo que também estava viajando com o meu grupo de amigos. Gostei do Sérgio, ele gostou de mim e ficamos, foi um amor de verão que me arrebatou. Ele me deu o seu e-mail e assim que cheguei em São Paulo mandei uma mensagem, mas o e-mail estava errado ou eu digitei errado e foi para a caixa de entrada de outro Sérgio, que tinha um blog no LiveJournal, um provedor francês. Na época pouco se falavam de blogs, comecei a ler e gostar e foi esse amigo, que conheci através de um e-mail que me passaram errado que me motivou a fazer um blog. O meu antigo blog no LiveJournal foi deletado, depois dele passei pelo provedor Blig e hoje estou no Blogspot.

Você tem muitos seguidores, consegue interagir com eles?

Eu me surpreendo com a quantidade de pessoas que se interessam pelo conteúdo que disponibilizo. Hoje tenho mais de 340 seguidores e quase 200 e-mails cadastrados no FeedBurner. Muitos me seguem, recebem os meus feeds e me visitam anonimamente, com esses não consigo interagir, mas os que me mandam e-mails e fazem comentários, eu interajo. Hoje tenho grandes amigos que conquistei através do blog. Recentemente uma leitora me deixou emocionado, ela é de São Vicente, lê o meu blog há anos e sempre me chama para ir a praia para tomar um açaí ou um suco no quiosque da Cris. Semana passada, ela me mandou um e-mail dizendo que na casa dela tem um quarto de hospede e esse quarto está de portas abertas para mim. Também tenho um amigo que conheci depois da recepção do príncipe indiano no Brasil, ele foi dançarino na festa e depois da festa buscou notícias sobre o evento e encontrou o meu blog, nos tornamos amigos desde então. Meu blog tornou-se um grande canal na conquista de novas amizades.

Você fala de sua vida pessoal, mesclando com assuntos politicos. Sempre se interessou por política? Quado surgiu este interesse? Pretende concorrer a um cargo público?

Quando eu era criança, meu sonho ser vereador, governador e presidente. Pela minha idade, acompanhava bem a política, quando tivemos o processo do Impeachment do Collor, eu tinha plena consciência do que estava acontecendo e acompanhava os fatos. Hoje, não tenho pretensão alguma de me candidatar a algum cargo eletivo, mas tenho vontade de trabalhar com política, nos bastidores, assessorando aqueles que fazem acontecer. Comecei a cursar Sociologia e Política por conta dessa minha motivação, estou adorando o curso.

Você deixou claro sua posição a favor do PSDB. O que fez seguir esta legenda e o que acha do governo em questão? Acredita que o próximo goverrno será mesmo uma continuidade?

Sempre me simpatizei muito com o PSDB, até pelo fato de morar num Estado governado por políticos dessa legenda há mais de 20 anos. Sou do PSDB, membro da Diversidade Tucana e blogueiro do grupo (www.diversidadetucana.com.br). Em São Paulo, temos uma administração séria, comprometida com política públicas inclinadas aos direitos humanos e que avança a cada dia nas questões dos LGBTs. No municipio de São Paulo nasceu o primeiro órgão público voltado para políticas públicas para os cidadãos LGBTs, a Cads e no Estado de São Paulo também temos uma coordenadoria para diversidade sexual na Secretária da Justiça. Pela experiência assertiva que vejo em São Paulo e por acreditar no PSDB, me posicionei a favor do candidato José Serra. Quanto a Dilma, acredito que ela é uma incógnita, não tem experiência administrativa e está aliada com grupos muito conservadores. Eu torço para que ela faça um bom governo, de inclusão e que acerte alguns erros cometidos no governo Lula.

Você é um otimista? Acredita no Brasil?

Me vejo mais como realista do que como um otimista. No meu contexto social, o Brasil é um excelente país para se viver, mas não vou ser hipócrita e tenho que assumir que o Brasil tem muitas deficiências que precisam ser corrigidas, se nivelarmos pela média, o Brasil é um país que deixa muito a desejar na saúde, educação, moradia, saneamento básico e tantos outros serviços prioritários. Com os programas sociais, criados pela ex-primeira dama Ruth Cardoso e que depois foram unificados com o nome de Bolsa Família, o Brasil teve grandes avanços e acredito que estamos no caminho certo. Estabilizamos a economia, com a criação do Plano Real e o Lula, apesar de fazer fortes oposições ao governo FHC, deu continuidade ao seu modelo.

Você deixa claro no blog sua orientação sexual, em sua vida real também? Qual a reação de sua familia e amigos quando souberam?

Estou chegando aos 30 anos, depois de uma certa idade a família não passa a te encarar somente com filho e sim como um amigo, foi dessa forma que aconteceu comigo. Quando eu sai do armário, foi um choque para todos, pois minha família é super tradicional e encara a homossexualidade como procedência maligna para destruir nossas vidas e nos afastar dos caminhos de Deus. Hoje ninguém toca mais nesse assunto, tenho uma família que me apoia, sabe da minha orientação sexual, conhece os meus amigos e conviveu com o meu ex-namorado, na qual me relacionei por mais de 7 anos. Quando terminei esse relacionamento, a minha mãe foi a pessoa que me deu mais força, dizendo que tudo se resolveria e que se não nos entendêssemos mais, eu encontraria outra pessoa, que me merecesse.

Recentemente temos vistos noticiar ataques a muitos homossexuais, mas eles sempre existiram, porque agora ganharam as principais páginas dos jornais e um destaque maior na TV?

O caso mais emblemático foi o do estudante de jornalismo Luís Alberto, que foi agredido com uma lâmpada e revidou o ataque. Já tivemos ataque bem mais violentos e que não ganharam repercussão alguma na mídia, vivemos numa sociedade que é muito visual e dessa vez não tínhamos apenas uma história, tínhamos também as imagens da câmara de segurança de um prédio que registrou os ataques. Há mais de 10 anos, Edson Néris, um adestrador de cães foi brutalmente assassinado por skinreads na Praça da República, muitos não conhecem esse caso, outros se esqueceram, ao contrário dos ataques da Av. Paulista, não tivemos imagens do ataque brutal que Edson Néris sofreu. Também temos que analisar o contexto mundial, nos EUA uma campanha anti-bullying foi desencadeada e repercutiu o Mundo inteiro, isso também gerou consciência social.

O fato de muitas celebridades no exterior estarem se assumindo, ajuda em algo? Como vê isso?

Acredito que fomenta os dois lados, tanto para a conscientização, quanto para o preconceito. Já ouvi muitos discursos de fundamentalistas pautando que os gays querem dominar o Mundo, que querem criar um ditadura gay, impondo o seu estilo de vida e a homossexualidade para todos. Quando uma celebridade assume a sua sexualidade, esse discurso fica mais forte e eles encaram como um passo a frente para a instauração da tal ditadura gay que eles tanto temem. É importante que celebridades e anônimos assumam sua sexualidade, no meu caso, eu só ganhei. Hoje tenho uma família maravilhosa, que apoia a minha militância LGBT e que ao contrário de muitas famílias de gays, que querem mais ver os seus filhos fora de casa, a minha família me prende em casa, quer que eu fique com eles até ter uma vida sentimental definida.

Como lida com a homofobia?

A homofobia é algo inadmissível, recentemente foi vitima de homofobia na empresa do meu pai e não tolerei, exigi que a funcionária em questão fosse demitida e dessa forma aconteceu. Temos que nos espelhar na coragem no jovem Luís Alberto, que foi agredido na Av. Paulista com uma lâmpada, temos que revidar sempre, não podemos deixar que a homofobia domine ainda mais a nossa sociedade. Se gay não sabe brigar, vai pra cima assim mesmo, puxe os cabelos do homofóbico, chute o saco, dê pesada no joelho, meta os dedos nos olhos, mas se defendam. Penso da seguinte forma: se um grupo de homofóbico me cercar na rua para me bater, estarei ferrado mesmo, então tenho mais é que brigar e não apanhar de forma passiva, me entregando a sorte. Temos que combater a homofobia de todas as formas e se necessário for, temos que usar a força física para isso.

Quais políticas você acha que devem ser usadas para combater a homofobia?

Temos que seguir os passos do movimento negro, hoje é uma vergonha uma pessoa assumir que tem preconceito racial, se uma pessoa na rua olha para um negro e chama-ló de “crioulo”, ele não está comprando briga apenas com os negros, está comprando uma briga com toda a sociedade. O Movimento LGBT é muito desarticulado, o partidarismo nos divide e a nossa luta perde visibilidade, a primeira ação que devemos tomar é pararmos de levantar as bandeiras partidárias e levantarmos apenas a bandeiro no movimento LGBT. Os protestos que aconteceram em São Paulo foi muito positivo, encontrei militantes de vários partidos, unidos por uma causa maior, que é a causa gay. Semana passada participei de uma reunião com o intuito de criar uma Frente Contra a Homofobia, ainda não temos o nome dessa frente, é um grupo de reunirá militantes de vários partidos, empresários, políticos e membros da sociedade civil. Acredito que estamos aprendendo, temos que seguir em frente, fazer menos politicagem e mais ações de fato, só assim iremos vencer a homofobia. Como vamos aprovar a PLC 122, se o projeto divide até o movimento LGBT? Concordando com o projeto ou não, temos que pensar que a lei aprovada será um ganho para a comunidade, que não tem legislação alguma no âmbito federal que criminaliza a homofobia.

Ter um blog ajuda a diminuir o preconceito? Acha que o Passageiro do Mundo tem atingido seu objetivo?

Nessa reunião que participei, para a criação da Frente Contra a Homofobia, eu defendi a ideia que devemos vencer o preconceito pelo cansaço e uma das ideias que apresentei foi a criação de um grupo de blogueiros militantes, com o compromisso de realizarmos postagens coletivas e sempre focarmos na homofobia e no estrago que ela trás para a sociedade. Eu acredito que o meu blog contribui bastante na luta contra a homofobia, apoio todos os movimentos que se comprometam com a luta. A intenção do grupo de Blogueiros Militantes é justamente vencer a sociedade pelo cansaço, até chegarmos ao ponto de ser vergonhoso ter homofobia e assim como acontece com o preconceito racial, que sabemos que existe e muitas pessoas se calam, pois hoje é uma vergonha discriminar alguém por conta de sua cor.

Dos blogues que visita, quais destacaria?

Temos muitos blogs bons na internet, vários visito com frequência. Dos que mais visito, destaco o "Canudos Coloridos", do Guy Franco, um verdadeiro achado na internet. Também sigo o Guy Franco no Twitter e o vejo como o melhor twitteiro gay do momento. O blog Canudos Coloridos acompanha o mesmo senso de humor que o autor tem no twitter. Também gosto muito do blog “O Close” do SAM, a nossa trava do mundo blogueiro, sempre com um senso de humor impecável, abordando situações do seu cotidiano. Outro blog que me chama muito a atenção é o do Celso Dossi, que não tem conteúdo pessoal, mas ele sempre posta algo que o motiva, vídeos e imagens engraçadas. Canudos Coloridos, o blog “O Close” do SAM e o Blog do Celso Dossi, são três blogs que merecem ser vistos.

Você sempre dá dicas culturais, quais livros, revistas, peças de teatro ou filmes indicaria que possuem temática gay e prestam um bom serviço educando?

Dicas culturais com temática LGBT estou um pouco por fora, acredito que não temos nada em cartaz. O filme “Como Esquecer”, que mexeu muito comigo, até pelo fato de ter passado pelo mesmo processo em 2010 é uma das minhas indicações, porém já saiu dos cinemas, acredito que está nas locadoras. Quanto a livros, temos ótimas publicações voltadas para o público LGBT, o melhor que li até hoje foi o “Da Vida dos Pássaros” de Alexandre Ribondi, uma história linda, envolvente e empolgante, vale a leitura. Também temos o livro “Era uma vez um casal diferente” da Lúcia Facco, que trata a questão da temática homossexual na educação literária infanto-juvenil, vale a leitura até para fazermos um contraponto as polêmicas do Deputado Jair Bolsonaro, que defende que gays tem que apanharem para mudar o comportamento. O deputado também é contra a inclusão da temática LGBT no calendário do MEC. Outro livro que vale a leitura é “A TV no Armário”, do meu amigo Irineu Ramos, assim como Irineu, eu também sou apaixonado por Michel Foucault e nesse livro encontramos as teorias de Foucault para a sustentação da tese de Irineu.

Se pudesse voltar atrás, o que mudaria?

Acredito muito naquela questão do efeito borboleta, acredito que todo o que acontece em nossas vidas é com o intuído de nos tornarmos melhores e nos prepararmos para o que o futuro nos reserva. Não sei se mudaria alguma coisas, acredito que se tivesse na oportunidade, não mudaria nada, apenas lamento por ter reatado o meu relacionamento com o Douglas. Éramos amigos, cumplices, estava tudo tão perfeito e resolvemos voltar, agora terminamos e nem amigos somos. Essa decepção amorosa pode contribuir muito para os meus próximos relacionamentos e tudo o que passei foi necessário, apenas lamento por hoje não sermos mais amigos.

O que gostaria de dizer para as pessoas que leem o seu blog?

Muito obrigado… É muito gratificante saber que tantas pessoas se interessam pelo conteúdo do meu blog, quando não atualizo, fico com a consciência pesada, pois sei que tenho leitores que acessam o meu blog diariamente, fico muito feliz em saber que várias pessoas despendem de alguns minutinhos do seu dia para saber quais são as minha motivações. Muito obrigado mesmo.

Nós, seus leitores, que agradecemos querido. Obrigado.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

O que deu certo, ano passado!

Chris Nolan e Leonardo DiCaprio são dois nomes de sucesso em Hollywood e aqui juntos nada poderia dar errado. E não deu. A Origem foi um dos maiores sucessos do ano passado e deve fazer bonito no Oscar este ano.

O preferido dos leitores do Mans também foi o preferido de muitos outros sites por ai. Ao dividir o último livro em duas partes a saga ganhou mais suspense ainda deixando o público enloquecido para o embate final este ano.

O primeiro filme foi o primeiro grande sucesso da Pixar que recebeu uma excelente continuação anos depois. Quando todo mundo pensava que as aventuras do cowboy esperto e do astronauta sonhador estavam encerradas, eis que surge um terceiro. E tão bom quanto os anteriores. Resultado: outro grande sucesso!

A adaptação de um livro infantil que deixou maravilhado a todos com esse conto de fadas sobre amadurecimento. Mas engana-se que foi feito para crianças. Muito pelo contrário, é um filme para todos!

Quando um filme consegue nos convencer que coisas inimagiáveis podem ser reais ele cumpriu seu papel de nos por dentro dele! Eis um belo exemplo disto nesta linda animação da Dreamworks.

Humor e Drama são bem dosados neste filme que soube conduzir bem assuntos delicados. E o trio de atores é supimpa!

Leonardo DiCaprio  virou o ator preferido de Martin Scorcese. Aqui ele brilha mais uma vez neste suspense onde tudo pode acontecer. Até os momentos finais não há como desgrudar da cadeira.

Muito se fala ou se falou deste filme e ele continua fazendo sucesso. A história, segundo seu personagem principal, não é fiel, mas não podemos esquecer que tudo não passa de um filme. E um filme dirigido por David Fincher com trilha sonora de Trent Reznor. Fiel ou não, é um sucesso!

O filme arraza quarteirão made in Brasil abriu caminho para uma série de filmes sobre o tema porém aqui José Padilha deixa claro que ninguém faz este gênero melhor que ele. E Wagner Moura é o cara!

Ele é um filme de 2008 na verdade que seria destinado ao esquecimento. Mas não foi. Um filme de ação dirigido por uma mulher. E a mulher em questão, Kathryn Bigelow, já havia sido casada com James Cameron e muito se falava que ela havia aprendido com ele. Depois deste filme ninguém mais sabe quem aprendeu com quem.  O que sabemos é que o filme é bom. Muito bom.

Viggo Mortensen é um ator de muitas possibilidades e aqui ele encontra o personagem certo em que pode provar isso. Ele tenta criar um filho num mundo destruído. A direção soube captar muito bem a profundidade do tema.

Preciosa vive num mundo de sonhos onde ela é a estrela, mas sua realidade é outra: sofre nas mãos da mãe tirana, tem dificuldades na escola onde é obrigada a ser transferida, mas as coisas mudam quando ela conhece pessoas certas nos locais certos. A vida não é um conto de fadas: é muito mais difícil do que se pode imaginar.

Uma garota de 8 anos troca correspondência com um judeu obeso e quarentão. Ela está na Austrália e ele em Nova York. Esta animação em stop-motion é simplesmente comovente ao retratar a amizade de duas pessoas tão diferentes que talvez nunca se conhecessem e se tornassem amigas.

Tom Ford fez uma brilhante estreia na direção deste filme sobre a solidão e Colin Firth nos leva a mergulhar dentro de seu personagem que se destina a um fim trágico, mas que nos faz refletir sobre cada um de nós.

A origem do nazismo a partir de uma pequena comunidade do interior é retratada neste imperdível filme alemão.

O cinema nacional precisa aprender com os hermanos se quiser um dia ganhar um Oscar. O Segredo de Seus Olhos é poesia pura.

Os suecos sempre souberam fazer cinema. Alguns dos maiores mitos da sétima arte são suecos e com um vasto currículo, o país não decepciona neste filme ao retratar um serial-killer, assunto complexo já tão explorado pelo cinema americano e aqui é mostrado de uma forma bem original.

Mães são capazes de qualquer coisa. A deste filme sul-coreano luta para defender seu filho deficiente da acusação de assassinato. Sensível.