quinta-feira, 31 de março de 2011

1, 2, 3


Recebi esta brincadeira do gostoso do Cain Sodom. Demorei a postar aqui, mas tudo bem, vamos lá saber ou tentar saber mais um pouco de mim?

1. Três palavras que melhor me definem:
Bem humorado. Divertido. Briguento.

2. Três pessoas importantes:
Meu namorado. Meu melhor amigo. Bette Davis.

3. Três objetos que você encontrará no meu quarto:
Cama. PC.  Porta Retrato da Leila.

4. Três coisas que não sei fazer:
Nem penso nisso. Aliás, penso, mas não digo.

5. Três coisas que faço bem:
Criar. Escrever. Arrumar.

6. Três coisas que eu detesto:
Bêbados. Dramáticos. Homofóbicos.

7. Três sentimentos:
Amor. Desejo. Carinho.

8. Três músicas:
Why Don't You Do Right, Peggy Lee. Bohemian Rhapsody, Queen. Memory, Epica.

9. Três comidas:
Lasanha. Pizza. Chocolate.

10. Três bebidas:
Coca-Cola. Fanta Uva. H2O.

11. Três amigos:
Autor. Mauri. Wans.

12. Três cores:
Verde. Azul. Preto.

13. Três fotos
Nenhuma.

14.Três lugares:
Rio. Nova York. Praga.

15. Três gestos:
Beijo. Abraço. Aperto de mão.

16. Três datas:
26 de junho. 04 de janeiro. 12 de junho.

17. Três coisas que eu nunca faria:
Dizer que nunca faria.

18. Três pessoas que marcaram minha vida:
Madrinha. Tia. Marilyn Monroe.

19. Três filmes
A Malvada. Os homens que não amavam as mulheres. Cisne Negro.

20. Três coisas que vou fazer antes de morrer:
Eu já respondi isto antes aqui.

21. Três coisas erradas que eu já fiz:
Não acreditar. Não lutar. Não mudar.

22. Três animais:
Cachorro. Leão. Elefante.

23. Três personagens:
Dorian Grey. Mathew Murdock. Roger "Race" Bannon

24. Três coisas que fazem meu dia feliz:
Dormir. Comer. Sexo.

25. Três coisas que me fazem chorar:
Filmes. Séries. Músicas.

26. Três coisas que eu fiz nas últimas 24h:
Varrer. Lavar. Cozinhar.

27. Três abençoados para participar da brincadeira:
Você que está lendo isto aqui sinta-se abençoado e participe se quiser. Mwah!

segunda-feira, 28 de março de 2011

Não basta ser celebridade. Tem que participar!

Jude Law e Kevin Spacey  participam de manifestação que pede liberdade para pessoas que estariam sob custódia em Belarus, em violação ao seu direito à liberdade de expressão, em Londres. 
Justo. E digno.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Paulo Faysano


Depois de um post para o Arsênico (dois em uma semana? o moço tá com a moral alta aqui!), outro pro S.A.M e outro pro Renato Orlandi, agora um post pro Autor senão ele fica com ciuminho e porque o Faysano? Bem, depois de um ator que canta, um modelo que brilha e um cantor que atua nada melhor que um blogueiro que arraza não é?
Beijos

Tyrese Gibson


Algumas fotos nem precisam de legenda, não é?

Edilson Nascimento

Para o mundo que alguém quer descer!

Christian Chávez

Para todos!

quinta-feira, 24 de março de 2011

Post de Quinta

Nicole Balhs já foi do Akon, se agarrou com o Will. I. Am e o Léo Santana no carnaval, e agora atacou o oscarizado Jamie Foxx. Pode se chamar a modelo/manequim/apresentadora de tv de tudo, menos de preguiçosa. Mas cá entre nós, ela não é a cara da Katylene?


quarta-feira, 23 de março de 2011

Liz


 "Você não pode chorar nos ombros de diamantes e diamantes também não aquecem você à noite, mas eles são com certeza divertidos quando o sol brilha".

Elizabeth Taylor

terça-feira, 22 de março de 2011

Marta Laureano, a Lady Gagá!



Achei digno.

Alguns bons motivos para ver TV!

Alexander Skarsgård - True Blood

Ryan Kwanten - True Blood

Ian Somerhalder - Vampire Diaries

Steven R. McQueen - Vampire Diaries

Aidan Turner - Being Human

Jensen Ackles - Supernatural

Theo James - Bedlam

Zach Gilford - Friday Night Lights

Martin Henderson - Off the Map

Andy Whitfield - Spartacus: Blood and Sand


Post do Garaléo a 4 by @Arsenico_G4.
Mwah!

segunda-feira, 21 de março de 2011

Dia Mundial da Poesia

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;

É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade

É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor

Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo amor?
 
- Luís de Camões

TPM de macho!

Chord Overstreet

Post dedicado ao Fred. Porque se te alguém que sabe arrazar, é ele!

domingo, 20 de março de 2011

Thiago Henrik (Enthulho Musical)

O Thiago que faz aniversário hoje (parabéns, parabéns, hoje é o seu dia, que dia mais feliz!) tem um blog que fala de música e assim vai nos presenteando com o que ainda há de bom por ai. Simples e direto, eis aqui um pouco dele que por sinal

1. Como surgiu a ideia de ter um blog que fala essencialmente de música? Já pensou em ser músico?


Sempre gostei de música. De pequeno prestava atenção nas coisas que meus familiares ouviam - irmã tinha o lado mais pop e sempre esteve antenada com as novidades da época - ouvia Madonna, George Michael, Michael Jackson, Kid Abelha. Meu pai era um grande seguidor da MPB, dentre seus preferidos destacaria a turma da Tropicália e os reis do Baião (Luiz Gonzaga, Dominguinhos...). Meu avõ de longe sempre foi o mais crítico de todos, daquele tipo que "só o que ele gosta é o que presta" e reagia agressivamente a novidades. Tradicional e espirituoso (risos). Nesse bojo inteiro foi nascendo meu interesse musical, que foi se moldando á medida que fui crescendo. Não sou músico - já pensei em ser., Meu pai é. Toca violão maravilhosamente bem e sempre é requisitado nas festas de familia que terminam sempre com música ao vivo. Um dia penso em seguir seus passos. Por hora, apenas um apreciador...(risos)
O blog nasceu da forma mais simples possível: desabafos por letras de musica. Toda semana postava uma musica nacional que estava representando o que eu estava sentindo naquele momento e aos poucos o catálogo foi aumentando. De 2004 ao começo de 2010 ele funcionava no blogger da Globo.com, só em Abril de 2010 que ele foi transferido pro blogspot e encontra-se nos moldes atuais.  Criei uma linguagem mais "revista musical", que é como gosto de chamá-lo. O formato de inserir o texto sobre o artista e a letra de uma música está mantido, mas eu invisto mais em crônicas, depoimentos de convidados sobre determinada música, listas temáticas, curiosidades, novidades, histórias da música brasileira.  Pesquiso bastante pra não passar conteúdo falso e procuro sempre deixá-lo atualizado. Às vezes deixo de fazer até coisas de trabalho pra priorizá-lo! (risos)

2. Que artistas você começou a gostar primeiro e quais você nunca deixou de ouvir?

Pergunta das mais dificeis. Eu nunca digo com tanta convicção que odeio determinado artista, pois eu sempre vou encontrar aspectos positivos em algum ponto de sua trajetória. Eu adoro vários. Acredito que Maria Bethânia é uma das artistas que sempre acompanhei - quando pequeno, pelos discos que haviam aqui em casa. Na adolescência, redescobri Bethânia graças a intervenção de um grande amigo meu, Fernando, esse sim um verdadeiro especialista musical que me ensinou, dentre outras coisas, a "sentir" as músicas. Estudar as metáforas feitas e apreciar uma boa música como se fosse uma poesia. Não há definição melhor.
Mas a pergunta é sobre artistas. Há sempre o primeiro filão que acompanho (ou aos que estão  falecidos, que acompanhei) com fervor e fidelidade ferrenha: Adriana Calcanhotto, Paulinho Moska, Cássia Eller, Tom Jobim, Chico Buarque, Marisa Monte, Lenine, Djavan, Elba Ramalho, Skank, Paralamas do Sucesso, Elis Regina, Tom Zé, Guilherme Arantes, Chico César, Raul Seixas, Nara Leão, Alceu Valença, Marina Lima, dentre outros tantos. Uns encontram-se quase no ostracismo, mas ainda assim sempre busco informações sobre o que estão fazendo, se tem material novo e até sobre suas vidas pessoais. Num lugar cativo, à parte, deixo registrado meu amor peculiar pela obra de Zélia Duncan, artista que admiro em todos os sentidos e por quem já fui capaz de fazer viagens homéricas só para contemplá-la!
No âmbito internacional, tenho meus artistas consagrados - os quais sou eternamente devoto, sem ordem de preferência: Alanis Morissette, Sarah MclachLan, Tori Amos, Natalie Merchant, R.E.M., Smashing Pumpkins, Beatles, Depeche Mode, Duncan Sheik, Everything But The Girl, Macy Gray, Cyndi Lauper, 10000 Maniacs, Massive Attack, Portshead, Cranberries, Garbage, Roxette, U2, Placebo, New Order, Melissa Etheridge, Paula Cole, Tracy Chapman, Kate Bush, Carpenters, Queen...

3. Para você, quais músicos são mega estimados e quais menos valorizados atualmente?

Eu critico meu avô, mas eu também sou reacionário com novidades da profundidade de um pires. Eu não consigo gostar de músicos sem conceitos, "da modinha". Não enxergo graça no estardalhaço que a mídia faz para um show da Beyoncé, por exemplo. Britney Spears então - as beeas podem me odiar, mas eu acho que ela é o resultado de uma grande fabricação mal estudada e que deu errado. Daí os fãs tentam justificar o sucesso das empreitadas com altas vendagens e com a quantidade de exposições diárias na mídia. Pra mim isso não quer dizer absolutamente nada. Música boa é aquela que toca na alma, que ao menos tenta traduzir um sentimento verdadeiro, profundo, ou fazer apologia a alguma causa que realmente interesse; Pode não ter uma letra muito profunda, mas pode compensar com um instrumental bem harmonizado que faça você sentir prazer em ouvir. Sem rótulos. Não deve apenas ser classificada como boa só por ser conhecida ou por tocar insistentemente no rádio. Ano passado, no meu outro blog, ETHos, eu fiz uma crítica sobre a super estimação da carreira de Madonna até em seus percalços. Fui atacado violentamente pelos fãs da cantora (risos), mas me rendeu também um convite pra ter uma coluna no portal "Estilo Madonna", onde escrevo sobre cultura em geral.
No Brasil, eu confesso que não enxerguei grandiosidade nas obras de Maria Rita e Maria Gadu, por exemplo. Chico Buarque é um autor com letras perfeitas e entende como ninguém a alma feminina, mas não passa emoção ao cantar - sua obra sempre é melhor representada pelas mulheres no vocal. E acho que Guilherme Arantes poderia ser sempre lembrado ao lado de grandes compositores brasileiros.

4. Qual sua opinião ao fato de que a boa música brasileira hoje em dia não tem mais tanto espaço em nossa TV como antes? Porque acha que isto acontece?

A Tv deu um grande incentivo a carreira de vários artistas brasileiros - muitos deles só tiveram a projeção que lhes impulsionaram graças a aparições televisivas (Djavan, Gal Costa, Elis Regina, Clara Nunes...). Antigamente, tanto a Globo quanto a Tupi e a Record promoviam grandes festivais musicais, como o famoso "FESTIVAL DA MÚSICA BRASILEIRA". Nada mais eram do que campeonatos de canções que eram televisionados e que renderam histórias curiosíssimas, como a de Caetano Veloso brigando com seu público em 1968 no III Festival da Canção. Na época, a música tinha uma função bem maior - era a forma de protesto metafórica contra a Ditadura, o que fez com que vários cantores fossem exilados por conta do "desrespeito". Na realidade, a ousadia aliada à carga cultural causavam um impacto muito mais forte do que existiria hoje, por exemplo.
Nos anos 80, o rock brasileiro, querendo ou não, também fez parte de um movimento cultural interessante. Também teve músicas-abobrinhas, mas também foi responsável por hinos de protesto que marcaram uma geração, e também por belas músicas (Cazuza, a meu ver, escreveu canções que são eternizadas até hoje!). Com a banalização musical brasileira, essa função parece ter perdido o valor ou simplesmente desinteressado. Eu lembro que em 2000 a Rede Globo tentou ressucitar o outrora bem sucedido "Som Brasil", e acabou sendo um desastre. Hoje em dia Luan Santana interessa muito mais á mídia televisiva do que um show de Maria Bethânia, por exemplo. A música brasileira está destinada apenas a horários alternativos ou pouco acessíveis, por não dar audiência. Infelizmente, é verdade: já lamentei testemunhar gente que sai da frente da tv quando algum artista mais conceituado vai se apresentar num Faustão ou Raul Gil da vida.
Acho que o público também tem responsabilidade no desinteresse dos diretores de tevês não investirem mais tanto em música boa na tv aberta. Não daria audiência...

5. O rótulo brega existe de fato?

Você está perguntando isso a uma pessoa que odeia rótulos. Por que, se formos levar a classificação ao pé da letra, as melodias de Ana Carolina e "Amor I Love You" de Marisa Monte seriam hinos do brega. No contexto, há músicas mais estilizadas e mais simples. A rotulação seria algo subjetivo.
Há artistas que se auto-denominam assim, como Adelino Nascimento, Falcão, Reginaldo Rossi por exemplo. E isso é tão impessoal que o pessoal da Itália desmerece a obra da romântica Laura Pausini - dizem que ela é cafona demais por lá!
É apenas um estilo diferente. Ser romântico não é ser brega - apenas é uma forma de priorizar o amor e o romantismo em sua obra.
Mas, como ninguém está livre de preconceitos, eu não considero o que Calcinha Preta, Tchan, Calypso e muitos mais fazem como música (risos).

6. Alguém já te decepcionou musicalmente?

Vários! Quando se é fã, a tendência é sermos mais exigentes mesmo. No âmbito internacional tenho o exemplo da cantora Jewel, do Alasca e que eu adorava. Ela fez discos belíssimos no inicio de carreira mas se enveredou pra massa pop a partir de determinado ponto só que, por incrível que pareça, isso representou sua destruição musical e hoje ninguém lembra mais dela.
Em terras tupiniquins, há vários exemplos: Titãs, no meio de sua carreira, perdeu o fio da meada e ficou intercalando álbuns conceituais com os excessivamente comerciais, coletâneas e registros ao vivo. Simone e Fafá de Belém tiveram começos promissores mas também se perderam ao se renderem a apelos comerciais. Gosto de artistas que não se traem - que façam o que querem sem pressão de gravadoras ou apelando para o capitalismo exacerbado. Não que não façam coisas mais populares, mas que mantenham sua unicidade e características maiores inclusive nelas!

7. Ate que ponto a internet tem sido benéfica para a música e quais as desvantagens que ela trouxe?

Em 2000, isso tudo começou e um dos pioneiros nessa coisa de troca de arquivos gratuitamente pela rede foi o Napster. 10 anos depois a gente constata que realmente houve um decrescimento muito forte na industria fonográfica. Por outro lado, não soube de nenhum artista que faliu por conta disso. Está mais do que comprovado que eles sobrevivem de outras formas de divulgação de seu trabalho - shows por exemplo. Quem realmente quebrou foram as gravadoras, que, aliás, tiveram também sua parcela de culpa - no fim dos anos 90, o preço do cd estava absurdo pros padrões na época. Quando a facilidade da internet pro acesso à música, juntou a realidade de muitos jovens que chegavam a economizar uma grande parcela de seu salário pra comprar discos com a malandragem brasileira de querer contar vantagem diante da ilicitude.
 (não esqueço nunca: o salário minimo era 151 reais e eu tinha um bico antes de entrar na faculdade e ganhava isso. Precisava rebolar pra ter tudo o que eu queria!)
Por outro lado, a internet é um meio de comunicação. Não estariamos aqui, nessa entrevista, sem ela, e houve artistas que realmente usaram e abusaram dela como meio de divulgação, até alcançarem a projeção que tanto buscavam. A questão é sempre contraditória: Madonna, mesmo o vazamento de músicas de seus álbuns na rede, sempre manteve-se no mais alto grau de vendagens com seus discos...ou seja, há tantas posições a se tomar que, ao final, se for tomar um partido, teria que pensar diversas vezes em ambos os lados (risos).
Em tempo: sou um fiel consumidor de cds, com um acervo de mais de 1000 e que também se rendeu às facilidades dos discos baixados pela internet. Porém, mantenho o hábito de comprar discos de quem realmente sou fã!


8. Ainda há espaço para o cd?

Sim, há! A despeito das trocas virtuais de arquivos em Mp3 e demais formatos de audio, a coisa de um artista lançar um álbum é tão antiga que acredito que jamais sairá de voga. Seja em LP, Cd ou formatos futuros, os álbuns sempre serão lançados e tratados como livros - divididos em 11, 12, 13, 14 capítulos, que são as músicas. Quem sabe num futuro os álbuns adotem o formato virtual definitivo e sejam comercializados pela internet, mas acredito que ainda terão vida longa sim!

9. Quais blogs ou sites indicaria que considera tratar bem este tema?

Quando o EnTHulho Musical estava em formação, tentei realizar parcerias com outros blogues de MPB. Não obtive êxito - não vi o que acontece com sites de outros temas, como os sobre televisão, por exemplo. Em vários que conheço há camaradagem, parcerias, indicações uns dos outros. Nos de música parece rolar uma competitividade que, decididamente, não tenho estrutura. Porém, há alguns que faço questão de relacionar aos meus favoritos por que são muito bons e sempre leio com prazer, até pra pegar elementos para o meu. Segue a lista:

"Minhas Raridades Musicais", sempre com verdadeiros discos temáticos montados pelo autor no blog e disponibilizados para downloads. Fiz verdadeiras coleções sonoras graças a ele!    http://minhasraridadesmusicais.blogspot.com/

"MPB-E-MOS-NOS" de Jardel Ther, com uma proposta semelhante e conteúdo bem diversificado! http://mpbemonos.blogspot.com/

"Notas Musicais", blog do crítico musical Mauro Ferreira. Resenhas muito boas, com um talento inegável de alguém que entende do riscado e também fala de música internacional! http://blognotasmusicais.blogspot.com/


10. O que diria aos leitores do seu blog?

Sou bem acessível aos leitores do blog. Agradeço comentários, vou até o seu blogue pra comentar em retribuição. Comentários são verdadeiros estímulos - sei de muita gente que segue o blogue e não comenta, mas eu escrevo livremente pra quem gosta de música nacional e sempre quer saber de curiosidades dessa parte brasileira que tanto nos dá orgulho.
A dizer-lhes? Apenas um GRANDE OBRIGADO!

sábado, 19 de março de 2011

Afternonsense

É impressionante o número de brasileiros que tem ido pra Londres trabalhar duro. Agora quando ouço alguém dizendo que esta indo pra lá, começo a desconfiar... O mais interessante é que esse pessoal deixa de fazer as mesmas coisas aqui pra fazer na terra da rainha, a diferença é que lá eles ganham em libras esterlinas, mas será que compensa com o alto custo de vida da cidade? Não sei. Um conhecido do meu melhor amigo foi pra estudar, depois de um tempo todo mundo na cidade dele descobriu o quanto ele tem estudado e trabalhado. 
Acho justo ganhar seu próprio dinheiro e o que eles estão fazendo é muito mais digno do que muita coisa que vemos por ai.

Tenho uma amiga, quer dizer, conhecida porque acho que amiga é uma palavra forte pra definir a relação. Lésbica assumida, vive assumindo todo mundo. Não é porque você saiu do armário que deve abrir a porta dos outros. Cada um deve abrir a sua própria porta no momento que achar necessário.

Alexandre é um dos blogueiros que eu mais gosto de ler. O texto dele sobre o programa Casos de Família, além de elucidativo e didicatico, tambem é muito bem humorado. melo rules!

E hoje é sabado, acordei cedo e quis escrever. Acho que me inspirei no Edu. Saudades dele...
Até mais!

sexta-feira, 18 de março de 2011

O Ti Ti Ti da Claudia Raia!

E chega hoje ao fim uma das melhores novelas dos últimos tempos produzidas pela Rede Globo. A emissora foi feliz em adaptar a obra do inesquecível Cassiano Gabus Mendes e Maria Adelaide Amaral, sua antiga colaboradora, mais feliz ainda em modernizar a obra do autor. Tudo atingiu o tom certo e os destaques foram muitos! Para não me alongar aqui, destaco Claudia Raia. Nenhum personagem foi melhor que a  estrambelhada Jaqueline Maldonado que divertiu o país todo com seu jeito atrapalhado, provando mais uma vez ser a comédia, um gênero que a atriz domina como poucos.
Parabéns!








quinta-feira, 17 de março de 2011

Viva o Japão!

Meus últimos post aqui foram sobre algumas experiências religiosas, como sempre estive conectado com o divino voltarei a postar sobre este assunto outras vezes, mas agora vamos deixar isto por ora. 
O Japão é uma nação do primeiro mundo, do ideal primeiro mundo onde as pessoas se respeitam. É lamentavel o que aconteceu e que nossas preces estejam com este povo que de fato é um exemplo de superação
E depois ainda dizem que superação é um ex jogador gordo e feio, que trai a mulher o tempo todo e ainda tem a cara de pau de levar a amante pra mesma festa que ela está! Jogador exemplar é o Rai que além de ter sido um grande profissonal é lindo!

Anyway, viva o Japão!

terça-feira, 15 de março de 2011

Vamos abrir uma igreja?

Recebi este e-mail e não podia deixar de compartilhar com vocês, claro, já que estamos aqui na vibe religiosa. Se tudo isto é verdade ou não eu não sei. Mas eu ri. E ri alto!

Eu, Claudio Ângelo, editor de Ciência da Folha, e Rafael Garcia, repórter do jornal, decidimos abrir uma igreja. Com o auxílio técnico do departamento Jurídico da Folha e do escritório Rodrigues Barbosa, Mac Dowell de Figueiredo Gasparian Advogados, fizemo-lo. Precisamos apenas de R$ 418,42 em taxas e emolumentos e de cinco dias úteis (não consecutivos). É tudo muito simples. Não existem requisitos teológicos ou doutrinários para criar um culto religioso. Tampouco se exige número mínimo de fiéis.
Com o registro da Igreja Heliocêntrica do Sagrado EvangÉlio e seu CNPJ, pudemos abrir uma conta bancária na qual realizamos aplicações financeiras isentas de IR e IOF. Mas esses não são os únicos benefícios fiscais da empreitada. Nos termos do artigo 150 da Constituição, templos de qualquer culto são imunes a todos os impostos que incidam sobre o patrimônio, a renda ou os serviços relacionados com suas finalidades essenciais, as quais são definidas pelos próprios criadores. Ou seja, se levássemos a coisa adiante, poderíamos nos livrar de IPVA, IPTU, ISS, ITR e vários outros "Is" de bens colocados em nome da igreja.
Há também vantagens extratributárias. Os templos são livres para se organizarem como bem entenderem, o que inclui escolher seus sacerdotes. Uma vez ungidos, eles adquirem privilégios como a isenção do serviço militar obrigatório (já sagrei meus filhos Ian e David ministros religiosos) e direito a prisão especial.
    
Algumas igrejas abertas do mesmo modo:

    - Igreja da Água Abençoada
    - Igreja Adventista da Sétima Reforma Divina
    - Igreja da Bênção Mundial Fogo de Poder
    - Congregação Anti-Blasfêmias
    - Igreja Chave do Éden
    - Igreja Evangélica de Abominação à Vida Torta (????)
    - Igreja Batista Incêndio de Bênçãos
    - Igreja Batista Ô Glória!
    - Congregação Passo para o Futuro
    - Igreja Explosão da Fé
    - Igreja Pedra Viva
    - Comunidade do Coração Reciclado (o pessoal do Greenpeace frequenta essa)
    - Igreja Evangélica Missão Celestial Pentecostal
    - Cruzada de Emoções
    - Igreja C.R.B. Cortina Repleta de Bênçãos (rival da Igreja C.S.A., de Alagoas)
    - Congregação Plena Paz Amando a Todos
    - Igreja A Fé de Gideão
    - Igreja Aceita a Jesus
    - Igreja Pentecostal Jesus Nasceu em Belém (do Pará?)
    - Igreja Evangélica Pentecostal Labareda de Fogo (que nem nas videocassetadas do Faustão...)
    - Congregação J. A. T. (Jesus Ama a Todos)
    - Igreja Evangélica Pentecostal a Última Embarcação Para Cristo (quem perder vai ter que ir a pé!)
    - Igreja Pentecostal Uma Porta para a Salvação
    - Comunidade Arqueiros de Cristo
    - Igreja Automotiva do Fogo Sagrado (Esse devia ter aberto uma concessionária!)
    - Igreja Batista A Paz do Senhor e Anti-Globo (só o Chaves salva!)
    - Assembléia de Deus do Pai, do Filho e do Espírito Santo (e do amém)
    - Igreja Palma da Mão de Cristo (não tem a da sola do pé de Cristo, também?)
    - Igreja Menina dos Olhos de Deus
    - Igreja Pentecostal Vale de Bênçãos (vale-refeição?)
    - Associação Evangélica Fiel Até Debaixo D’Água (vai Curíntia!)
    - Igreja Batista Ponte para o Céu (essa sim é uma ponte aérea!)
    - Igreja Pentecostal do Fogo Azul (é uma igreja a gas)
    - Comunidade Evangélica Shalom Adonai, Cristo! (Salamaleikon, Buda!)
    - Igreja da Cruz Erguida para o Bem das Almas (só faltava ser da cruz caída...)
    - Cruzada Evangélica do Pastor Waldevino Coelho, a Sumidade (devia ser "a Humildade")
    - Igreja Filho do Varão
    - Igreja da Oração Eficiente
    - Igreja da Pomba Branca
    - Igreja Socorrista Evangélica
    - Igreja ‘A’ de Amor (a Xuxa tá sempre lá?)
    - Cruzada do Poder Pleno e Misterioso
    - Igreja do Amor Maior que Outra Força
    - Igreja Dekanthalabassi (que língua é essa, gente?)
    - Igreja dos Bons Artifícios
    - Igreja Cristo é Show
    - Igreja dos Habitantes de Dabir
    - Igreja ‘Eu Sou a Porta’ (Q?)
    - Cruzada Evangélica do Ministério de Jeová, Deus do Fogo
    - Igreja da Bênção Mundial
    - Igreja das Sete Trombetas do Apocalipse
    - Igreja Barco da Salvação
    - Igreja Pentecostal do Pastor Sassá (será o Sassá Mutema?!)
    - Igreja Sinais e Prodígios
    - Igreja de Deus da Profecia no Brasil e América do Sul
    - Igreja do Manto Branco
    - Igreja Caverna de Adulão (pensei que fosse Caverna do Dragão)
    - Igreja Este Brasil é Adventista
    - Igreja E.T.Q.B (Eu Também Quero a Bênção)
    - Igreja Evangélica Florzinha de Jesus
    - Igreja Cenáculo de Oração Jesus Está Voltando
    - Ministério Eis-me Aqui
    - Igreja Evangélica Pentecostal Creio Eu na Bíblia
    - Igreja Evangélica A Última Trombeta Soará
    - Igreja de Deus Assembléia dos Anciãos
    - Igreja Evangélica Facho de Luz
    - Igreja Batista Renovada Lugar Forte (ou será Caixa-Forte?)
    - Igreja Atual dos Últimos Dias (mais atual impossível!)
    - Igreja Jesus Está Voltando, Prepara-te
    - Ministério Apascenta as Minhas Ovelhas
    - Igreja Evangélica Bola de Neve (é igreja ou escola infantil?)
    - Igreja Evangélica Adão é o Homem (alguém achava que ele não fosse?)
    - Igreja Evangélica Batista Barranco Sagrado (onde diabos ficará o tal barranco sagrado?!)
    - Ministério Maravilhas de Deus (a igreja do Dadá, do Túlio e da Mara)
    - Igreja Evangélica Fonte de Milagres
    - Comunidade Porta das Ovelhas
    - Igreja Pentecostal Jesus Vem, Você Fica (Que egoísta!)
    - Igreja Evangélica Pentecostal Cuspe de Cristo (eca!)
    - Igreja Evangélica Luz no Escuro (filosófico, né?)
    - Igreja Evangélica O Senhor Vem no Fim
    - Igreja Pentecostal Planeta Cristo
    - Igreja Evangélica dos Hinos Maravilhosos (o do Fluminense é uma pintura!)
    - Igreja Evangélica Pentecostal da Bênção Ininterrupta
    - Assembléia de Deus Batista A Cobrinha de Moisés (sem comentários...)
    - Assembléia de Deus Fonte Santa em Biscoitão (oi?)
    - “Igreija” Evangélica Muçulmana Javé é Pai (Eu não sei o que é pior, se Igreja escrita errado ou se ser evangélica e muçulmana ao mesmo tempo. Querem fazer uma guerra santa?)
    - Igreja Abre-te-Sésamo (a igreja dos 40 ladrões)
    - Igreja Assembléia de Deus Adventista Romaria do Povo de Deus (ufa!)
    - Igreja Bailarinas da Valsa Divina (também conhecida como Clube da Luluzinha)
    - Igreja Batista Floresta Encantada (fica na Disney)
    - Igreja da Bênção Mundial Pegando Fogo do Poder
    - Igreja do Louvre (eles investem em obras de arte)
    - Igreja Evangélica Batalha dos Deuses (politeísta?)
    - Igreja Evangélica do Pastor Paulo Andrade, O Homem que Vive sem Pecados (É o Cristo em pessoa!)
    - Igreja Evangélica Idolatria ao Deus Maior
    - Igreja MTV, Manto da Ternura em Vida (a Cicarelli apresentava o culto lá)
    - Igreja Pentecostal Marilyn Monroe (Gostei dessa. Onde tem?)
    - Igreja Quadrangular O Mundo É Redondo (patrocinada pela Skol)
    - Igreja Evangélica Florzinha de Jesus (Londrina -PR) (ui!)
    - Igreja Pentecostal Trombeta de Deus (Samambaia -DF)
    - Igreja Pentecostal Alarido de Deus (Anápolis -GO)
    - Igreja pentecostal Esconderijo do Altíssimo (Anápolis -GO) (Coitado do Altíssimo que virou Fugitivo! Pega! Pega!)
    - Igreja Batista Coluna de Fogo (Belo Horizonte -MG)
    - Igreja de Deus que se Reúne nas Casas (Itaúna -MG)
    - Igreja Evangélica Pentecostal a Volta do Grande Rei (Poços de Caldas -MG)
    - Igreja Evangélica Pentecostal Creio Eu na Bíblia (Uberlândia -MG)
    - Igreja Evangélica a Última Trombeta Soará (Contagem -MG)
    - Igreja Evangélica Pentecostal Sinal da Volta de Cristo (Três Lagoas -MS)
    - Igreja Evangélica Assembléia dos Primogênitos (João Pessoa -PB)
    - Ministério Favos de Mel (Rio de Janeiro -RJ)
    - Assembléia de Deus com Doutrinas e sem Costumes (Rio de Janeiro -RJ)

Tá duvidando? Eu também, mas em se tratando de Brasil, melhor não né?

The Week Boy


Umbandistas são engraçados. Nunca fui um, mas já estive no meio deles duas vezes. E as duas vezes empurrado pela minha ex-chefe-demoníaca. Quando cheguei lá descobri que você não paga nada e ainda ganha uma consulta com uma das entidades. A primeira vez que fui consultado era a semana dos caboclos e o que veio ter comigo era um caboclo sete espadas flamejantes, ou eram sete ervas, ah, não sei, eram muitas informações para serem processadas num dia só. Enfim, ele ficou lá me elogiando, dizendo coisas sobre mim que eu já sabia. A modéstia nunca foi meu forte. Meu forte é a rima. Na segunda vez soltaram os exus e até achei bacana no começo, mas não gostei do que veio falar comigo. Nem foi pelo fato dele não ficar me elogiando, é que ele não tinha o que dizer e nem eu. O que salvou o dia foi um menino que havia ido para a consulta como se estivesse indo para The Week e que de repente, no meio de todo mundo ficou toda trabalhada na Sarajane e abriu a roda. Gritava e rodava mais que o carro da Leila Lopes, mas ele não bateu Berenice. Pegava na calça como se fosse a saia d'uma cigana e corria de um lado para o outro. Claro que a esta altura eu nem queria saber de mais nada e sim onde aquilo ia dar. O rapaz em questão estava acompanhado de uma menina baixinha/gordinha. Segurando um charuto em uma das mãos ele a chamou da platéia com voz de trava e assassinando a língua portuguesa.
- "Tu veio com esse menino e tu ta gostando dele num tá?"
- É... (ela fazia a tímida/ingênua).
- "Mas isso é uma bixona, não vai dar em nada. Quer dizer, ele dá sim!"
- Q?
A menina não sabia se ia embora ou se esperava a entidade que havia se apoderado voltar pro reduto  (se segura malandro, pra fazer a cabeça tem hora!) e o cético aqui não acreditou em nada daquilo e até hoje ainda acho que foi uma maneira um tanto esdrúxula de sair do armário, dar um simancol pra garota e fazer um showzinho básico.
Depois disto nunca mais voltei lá. E não vi o preto velho. Eu disse que umbandistas eram engraçados...

domingo, 13 de março de 2011

Eu voltei...

... agora pra ficar, porque aqui, aqui é meu lugar!

Voltando bem na vibe Roberto Carlos que ganhou o carnaval do Rio, impressionante como o homem é puderoso em ganhar sozinho todo um carnaval! Fala sério, alguém ai viu Beija-Flor passar? O Paulo Barros disse que ano que vem  vai homenagear o Neguinho da Beija-Flor e eu sendo ele escandalizava e ia logo de Lady Gaga que já vinha com o carro alegórico pronto!
Mas o que foi este carnaval hein? O maior bloco do mundo, o Galo da Madrugada aqui de Hellcife puxou apenas um pouco mais de um milhão e meio de pessoas e no Rio o Cordão do Bola Preta veio com mais de dois milhões! Quem é o maior agora? O povo do Galo, que eu conheço bem, afinal meu padrinho é filho do fundador daquela troça deve ta se cortando de raiva, mas o bloco nem tem mais pra onde crescer, tadinho. Quem sabe se virasse um Frango Dágua...
Mas com esses tsunamis ai nem ia dar muito certo.
Falando em tsunami... O que foi aquilo no Japão meu Deus? Só fiquei tranquilo quando o gostoso do Alexandre Mauj deu sinal de vida. Aliás, ele tem dado (ui!) sinal o tempo todo e nos mantendo informado. Valeu Mauj, te amamos!
No mais, o ano, enfim, começou no Brasil-sil-sil, eu estou com a bola toda, o blog mudou, pra melhor é claro e eu conto com vocês que são tudo lindo! (alguns mais que os outros, mas tudo bem  porque não tenho preconceito! falei!)
E melhor que isso só o povo que saiu peladão pelas ruas de Sampa em suas bikes, pleiteando um mundo justo e digno.
Eu apoio.

terça-feira, 1 de março de 2011

Justo e Digno

Como eu disse e cumpri, os posts relativos ao Oscar foram postados e agora? Cinema, TV, quadrinhos, estes assuntos pretendo continuar escrevendo e muito, mas não mais regularmente neste espaço. Daqui pra frente minhas opiniões e informações a respeito poderão ser lidas no Sem Tédio. Acessem e confiram. Quanto ao JeD ele não vai acabar! Vai mudar e até lá eu pretendo ter tempo para pensar, fazer e descobrir coisas novas, mas eu volto e volto logo.


Beijos e obrigado