quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Teria que ser de alguém...

Algumas músicas de grande sucesso com determinados artistas quase não seriam deles. Isto é algo muito comum no mundo da música. Britney Spears, por exemplo, poderia ter gravado "Telephone" de Lady Gaga, até chegou a gravar a canção, mas desistiu. A autora da música, Lady Gaga, se deu bem anos depois ao gravá-la, transformando em um dos seus maiores hits. Já "Umbrella" foi posta de lado pelos produtores de Britney e a música foi parar nas mãos de Rihanna. 
Mas nem só de sucessos descartados vive a doidivanas do pop. As moças do TLC recusaram gravar "Baby One More Time" talvez porque se consideravam velhas demais para aquela cançãozinha adolescente que levou Britney ao sucesso. Kylie Minogue não quis saber de "Toxic" que foi parar nas mãos de Britney e virou um grande sucesso.

Justin Timberlake compôs "Rock Your Body" para Michael Jackson junto com Pharrel Williams, mas não tiveram sorte de mostra-la ao rei do pop. A canção acabou mesmo nas mãos de seu dono tornando-se um grande sucesso do seu primeiro álbum solo, Justified.

Madonna tem "Open Your Heart" como um dos seus maiores clássicos, mas esta música poderia ter sido de Cyndi Lauper ou dos Temptations até Madonna ouvi-la e gostar. Fez alguns ajustes e a música entrou em True Blue. Algo interessante é que ela se chamava "Follow Your Heart"!

A compositora Diane Warren compôs "I Don' Want to a Miss a Thing" para o filme Armagedon. Ela queria que Celine Dion a  cantasse, mas a cantora canadiana não quis. Até que o Aerosmith se apoderou da música de um jeito que todos pensam que eles a compuseram.

"Since U Been Gone" foi a principio mandada para Pink que não até que acabou sendo oferecida para Hilary Duff que não gravou porque nem alcançava as notas altas. Kelly Clarkson, que havia ganho o American Idol, acabou ficando com a música que parecia não ter destino e a gravou. 

Os compositores de "Halo" ofereceram a balada para Leona Lewis, porém ela demorou a gravar e a música parou no colo de Beyoncé. 

"Malandragem" é caro chefe do excelente repertório de Cássia Eller mas Cazuza a fez para Angela Ro Ro que achou a música boba. Nada como o tempo para enfim encontrar sua verdadeira dona.

E vocês? Sabiam disto? Conhecem outras músicas que foram descartadas e viraram sucesso de outros?

8 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

#fato!

E ヅ disse...

Supimpa, não sabia de nada disso não! Mas faltou você incluir a tal "Ai Se Eu Te Pego"! :-)

Edilson Cravo disse...

Serginho:

E ainda bem que alguém resolveu gravar, né?rs
Abraços querido.

Fred disse...

É bem nessas mesmo... mas é como dizem "as coisas acontecem quando precisam acontecer"... hehehe! Bjzzzz!

Dil Santos disse...

Oi Serginho, tudo bem?
Menino, interessante isso né? É como se elas estivessem predestinadas para seus verdadeiros donos, rs.
Alguma música minha quem sabe, tá aí, esperando sua cara metade para cantá-la kkkkkkkkk
Bjo menino

DPNN disse...

isso mostra o quanto tem produtor musical que não entende nada de música...

HOMOTOON disse...

Nossa, adorei isso aqui! Material de puro luxo intelectual. Hummmmm

Curti o comentário do DPNN (rsrs)

Cara Comum disse...

Não sabia dessas histórias não! Bacana saber disso. Eu fico imaginando a reação das pessoas para quem foi oferecida a oportunidade de gravar as canções em primeiro lugar ao ver a canção rejeitada fazendo muito sucesso...

Abraços!!