domingo, 11 de março de 2012

10 e 11

Guilty Pleasure - Definitivamente não conheço nenhum filme que possa inserir nesta categoria pelo simples fato de que se eu gosto, não me sinto culpado por ter prazer em gostar dele e pouco me importa a opinião alheia. Mesmo sabendo que isto é uma brincadeira não responderei algo que para mim não existe. Seria injusto com comigo, com vocês, com  os filmes.

Melhor Drama - A Malvada
Bette Davis é sempre Bette Davis não importa qual o filme, ela o transforma em algo colossal. Aqui vemos a grande dama do cinema em todo seu potencial dramático ao ser confrontada por uma magistral Anne Baxter. A história é famosa: grande atriz da Broadway conhece fã que entra em sua vida e de assistente leal, transforma-se em usurpadora. A Malvada do título nacional é Anne Baxter e não Bette Davis para os desavisados; Como diz o título original, All About Eve, sim, veremos tudo sobre a tal Eve e como ela se transformou numa grande estrela. Diálogos afiados, grandes atores em cena e Marilyn Monroe em um dos seus primeiros papéis de destaque. O filme e as histórias de bastidores tornaram-se lendas. Dizem que Claudette Colbert e Ingrid Bergman eram as escolhas iniciais para o papel que coube a Bette Davis, entretanto a primeira ficou doente e a segunda não quis deixar a Itália; Zsa Zsa Garbor adentrou o set com ciúmes de Marilyn com o ator George Sanders que na época era casado com Garbor. Catorze indicações ao Oscar, sucesso de público e crítica, impossível não vibrar com Margo Channing ao proferir uma das mais famosas frases do cinema de todos os tempos: apertem os cintos, hoje a noite será cheia de turbulências!

3 comentários:

Cara Comum disse...

Sreginho, eu fico espantado com seu conhecimento cinematográfico. ES-PAN-TA-DO!!

São disse...

Bette Davis é uma acriz fabulosa!!

Boa semaan, meu bem

Fred disse...

Bette Davis consagrou a maldade mesmo! Adoro muito. Beijos, queridão!