segunda-feira, 12 de março de 2012

12 - Melhor Ano da História do Cinema

Não tenho dúvida alguma que 1939 foi o melhor ano da história do cinema.  E o vento levou, O Mágico de Oz, Ninotchka, A Mulher faz o Homem, No Tempo das Diligências, O Morro dos Ventos Uivantes foram filmes deste mesmo ano, filmes que marcaram gerações e gerações de cinéfilos.

E o vento levou: Scarlett é uma jovem mimada que quer a todo custo casar com o vizinho Ashley, mas ele está prometido à prima, a frágil Melanie. Mesmo assim, ela não desiste de tê-lo. Porém um arrogante Rhett Butler aparece em sua vida e junto com ele a Guerra. Scarlett está entre dois mundos, dois homens e o que ela fará para ter tudo o que deseja .

O Mágico de Oz: Depois da passagem de um poderoso tornado, Dorothy e seu fiel cãozinho Totó vão parar no fascinante mundo de OZ, mas ela quer voltar para sua casa no Kansas junto da sua avó. O único que pode fazê-la retornar é o misterioso Mágico de Oz. No seu caminho pela estrada de tijolos amarelos ela faz amizade com um Espantalho que deseja ter um cérebro, um Homem de Lata que almeja coração e um Leão covarde que quer apenas ser corajoso.

Ninotchka: Mulher se apaixona não apenas por Paris, mas por um homem que lhe mostra o bons bons prazeres da vida que ela desconhee. É que a jovem é comunista e está na França para executar um importante trabalho que seus camaradas deixaram inacabado.

A Mulher faz o Homem: Jefferson Smith é um homem simples, honesto e inocente que é levado por falsos políticos para a capital americana com o objetivo de ser um senador controlado por eles. Neste processo ele acaba descobrindo que muito do que acreditou é uma grande mentira.

No Tempo das Diligências: Grupo de estranhos viaja com destino ao Novo México e no meio do caminho até o desfecho final, muitas coisas acontecem.

O Morro dos Ventos Uivantes: Adaptaçao da obra de Emily Brontë. Viajante perdido se depara com estranha casa onde a criada conta a história da família.

4 comentários:

Paulo Braccini - Bratz disse...

ah! como tudo já foi melhor na vida né?

São disse...

O cinema tem vindo a perder qualidade e em vez de grandes trabalhos de representação atafulham-se de efeitos especiais...

Boa semaan, meu querido

Carlos Roberto disse...

Nooooossa, vi todos esses filmes e adoro basicamente todos. São clássicos maravilhosos,obras primas. Não curto muito Oz, acho que é o único da lista, de resto, amo-os, principalmente "E o vento levou", perfeito!!! Bela coletânea para a caracterização do ano.

Junnior disse...

Compartilho o comentário de Carlos Roberto.Também assisti a todos os filmes citados e, mesmo tendo assistido o Mágico de Oz umas três vezes, em épocas diferentes, não consegui gostar.