domingo, 18 de março de 2012

17 - Brasileirão

Esqueçam a novela exibida pela extinta Rede Manchete. Aqui temos um bom exemplo do que o cinema brasileiro era capaz de desenvolver. Uma história genuinamente brasileia de uma personagem lendária. Xica da Silva é um filme divertido do começo ao fim. Com um elenco formidável capitaneado por uma Zezé Motta muito a vontade no papel. Difícil escolher uma cena preferida. Logo no começo percebemos o caminho que o filme toma. A cena de amor entre Xica e o Comendador João Fernandes ou quando ela tenta entrar na igreja vestida de sinhá ou quando sonhando conhecer o mar seu comendador o constrói e ela logo se entedia ou quando tenta seduzir José Wilker, melhor, o Conde de Valadares com uma dança afro. Enfim, as cenas são impagáveis assim como a música-tema de Ben Jor se tornou imortal.
Cacá Diegues, o diretor, está em sua melhor forma. Depois ele nos deu Bye Bye Brasil, o melhor road movie tupiniquim e infelizmente depois da retomada do cinema nacional, ele perdeu a mão. Se tornou um diretor burocrático, mediano (vide Tieta e Deus é Brasileiro) não tem mais o mesmo gás de outrora. Uma pena. Mas sua obra nos anos 70 vale a pena ser vista sempre.


3 comentários:

São disse...

Gostaria de ver o filme!

Quanto a Jorge Ben é um dos génios da música brasileira, sem dúvida alguma.

Bons sonhos, meu bem.

Fred disse...

Esse é cRássico mesmo, Serginho! Beijos pro Tocha Humana... hehehehe! Boa semana!

Alan Raspante disse...

Bacana ver que tem o filme... Eu só conheço a novela mesmo, rs